Galvão Bueno diz que é preciso adiar Jogos de Tóquio: 'Isso é hora de pensar em contratos?'
Foto: Reprodução

Além de comitês olímpicos e atletas se posicionando sobre o adiamento dos Jogos de Tóquio 2020, nesta segunda-feira (23) o narrador Galvão Bueno também se declarou ser a favor da mudança das datas do evento devo a epidemia do coronavírus. Ele ressalta que não há garantias de que no meio deste ano a pandemia já tenha passado.

 

“Finalmente, graças a Deus, parece que os responsáveis pelos Jogos estão caindo na real. O Comitê Olímpico Internacional deixou uma porta aberta, dizendo que vai discutir realmente a realização em outra época”, se posicionou o narrador em vídeo publicado em rede social. 

 

Ele comenta sobre os anúncios que foram feitos pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) e sobre a fala do primeiro ministro do Japão que anunciaram esta semana a possibilidade do adiamento dos Jogos. “Queria dar parabéns também ao Comitê Olímpico do Brasil, porque afirmou ser contra a realização daqui a quatro meses”, completou Galvão. 

 

Sobre a realização dos jogos na data atualmente prevista ele declarou: “Impossível, não há a menor condição, um risco absurdo de não termos nenhum resquício desta pandemia daqui a quatro meses”. Ele ainda fala sobre acreditar que o motivo dos Comitês ainda não terem tomado a decisão de mudar as datas dos Jogos são os contratos envolvidos. "Isso é hora de pensar em contratos? É hora de pensar em uma solução e passar a Olimpíada para 2021", acrescentou o narrador. 

Histórico de Conteúdo