Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Juazeirense decide se desfazer do seu elenco e comissão técnica
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

A Juazeirense decidiu se desfazer do seu elenco e comissão técnica com a paralisação do Campeonato Baiano. O anúncio foi feito após reunião da diretoria na tarde desta quarta-feira (18), no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro. A medida se estende para as categorias de base. A cúpula do Cancão de Fogo acredita que o estadual seja cancelado. O presidente do clube, o deputado estadual Roberto Carlos (PDT), comentou a decisão.

 

"Foi uma decisão difícil", afirmou. "Nem de longe passava pela minha cabeça que tivéssemos que tomar medida tão drástica. Os prejuízos são incalculáveis para o clube, que vinha numa fase crescente na competição, e para os jogadores que, de repente, ficam sem o emprego e sem perspectiva de conseguir trabalho, vez que o que vai acontecer com o nosso futebol esse ano é uma incógnita", completou.

 

Roberto Carlos disse que manteve contato com o presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ricardo Lima, e com dirigentes dos outros clubes. Com isso, ele tomou a decisão de seguir o mesmo caminho do Vitória da Conquista (leia mais aqui). Ao dispensar os atletas, o presidente do Cancão de Fogo pagou também a premiação pela vitória sobre o Fluminense de Feira, por 4 a 2, no último dia 1° de março, no Joia da Princesa, pela sexta rodada do Baianão. Ele ainda prometeu pagar os dias trabalhados pelos jogadores até esta quarta.

 

Faltando duas rodadas para o encerramento da primeira fase, a Juazeirense estava na briga pela classificação à semifinal. O Cancão de Fogo ocupa a sexta colocação com 10 pontos, um a menos do G-4.

Histórico de Conteúdo