Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Após eliminação na Copa do Brasil, Atlético-MG demite Dudamel, diretor e gerente de futebol
Foto: Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético

Após a eliminação na Copa do Brasil na disputa de pênaltis para o Afogados, de Pernambuco, Atlético-MG demitiu na madrugada desta quinta-feira (27) o técnico Rafael Dudamel e sua comissão técnica, o diretor de futebol Rui Costa e o gerente Marques Batista de Abreu. A decisão foi tomada pelo presidente Sérgio Sette Câmara e sua diretoria. Após empatar com o time pernambucano em 2 a 2 no tempo normal, o Galo perdeu por 7 a 6 nas penalidades, no Vianão, pela segunda fase do torneio nacional.

 

"Rui Costa (diretor de futebol), Marques Batista de Abreu (gerente de futebol), Rafael Dudamel e sua comissão técnica não fazem mais parte do Clube", comunicou a assessoria do clube.

 

Contratado no início deste ano até o final de 2021, Rafael Dudamel, de 47 anos, disputou 10 jogos no comando do Galo, sendo quatro vitórias, quatro empates e duas derrotas, um aproveitamento de 53,3%, porém o time também amargou a eliminação na primeira fase da Copa Sul-Americana. No Campeonato Mineiro, a equipe ocupa a quarta colocação com 11 pontos. Esta é a demissão mais precoce do clube mineiro desde 2004, quando Mário Sérgio foi mandado embora após nove partidas.

 

O Atlético-MG volta ao gramado para enfrentar o Boa Esporte, no próximo domingo (1º), em Varginha, pela sétima rodada do estadual. Para este compromisso, o time será comandado James Freitas e Lucas Gonçalves, que fazem parte da comissão técnica fixa do clube.

Histórico de Conteúdo