Segunda, 27 de Janeiro de 2020 - 20:30

China cancela eventos esportivos por conta do coronavírus

China cancela eventos esportivos por conta do coronavírus
Foto: Feng Li / Getty Images

A China está preocupada com o avanço do coronavírus pelo mundo, inclusive devido à proximidade das Olimpíadas de Tóquio 2020. Nos últimos dias, o país vem tomando medidas rígidas com os eventos esportivos para tentar evitar a propagação da doença.

 

O Estádio Olímpico de Pequim, que foi palco da abertura e encerramento das competições de 2008, foi fechado pelo governo chinês e não vai receber qualquer tipo de programação pelos próximos dias.

 

No último domingo (26), a Maratona de Hong Kong foi cancelada devido à emergência que o país vem enfrentando com a contaminação. O evento, que iria acontecer nos dias 8 e 9 de fevereiro, tinha 74 mil pessoas inscritas, mas todas serão reembolsadas, de acordo com a organização da corrida. 

 

As partidas do Grupo 1 da Ásia/Oceania da Fed Cup, que iam acontecer entre os dias 4 e 8 de fevereiro, também tiveram alteração. A competição, que iria acontecer na China, foi transferida para o Cazaquistão.  

 

Até este fim de semana, a China era também o país-sede do torneio qualificatório do futebol feminino para as próximas Olimpíadas. No domingo (26), o país se retirou da função e a Austrália assumiu, de acordo com a Confederação Asiática de Futebol. 

 

Na semana passada, o lutador brasileiro, Esquiva Falcão, deixou de viajar junto com sua comissão técnica para disputa no país por recomendação de seus empresários, como precaução de contágio do coronavírus (Relembre aqui).

 

Além de fechamento de locais e cancelamento de eventos, alguns ponto turísticos também estão recebendo atrações. A estimativa é que a doença já matou 41 pessoas e infectou mais de 1.300  no país, de acordo com o GloboEsporte.com.

Histórico de Conteúdo