Quarta, 23 de Outubro de 2019 - 11:30

Com a criação do Barcelona de Ilhéus, futebol baiano ganha mais um clube

por Leandro Aragão

Com a criação do Barcelona de Ilhéus, futebol baiano ganha mais um clube
Weliton Nascimento (E) com Ricardo Lima | Foto: Divulgação / FBF

O futebol baiano ganhou um caçula. No último dia 9 de outubro, foi oficializado o registro de filiação do Barcelona de Ilhéus à Federação Bahiana de Futebol (FBF) e à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Os idealizadores do novo clube, liderados pelo empresário ilheense Weliton Nascimento estiveram na sede da entidade baiana na última terça-feira (22) para receber o certificado e aproveitaram o momento para falar sobre o projeto com o presidente Ricardo Lima.

 

"Fundamos o clube em 17 de setembro de 2019 e aguardávamos a filiação para iniciarmos nossas atividades. Vamos colocar em prática um plano de trabalho para a disputa da Série B do Baianão, competição que já tempos participação confirmada", afirmou Weliton no encontro. "Temos um plano bem claro. Em até cinco anos queremos estar, pelo menos, na Série C do Brasileirão", completou.

 

Criado a partir do modelo de clube-empresa, a diretoria do Barcelona de Ilhéus pretende desenvolver uma gestão profissional. Para conseguir a atingir os objetivos futuras, que dentre eles é ganhar espaço no cenário nacional, a nova agremiação já está investindo em estrutura e já deu início a construção de um centro de treinamentos. "Vamos construir um Centro de Treinamentos Moderno, que abrigará, além do time profissional, a nossa Divisão de Base. Hoje, já possuímos nosso ônibus de viagens, um drone para captação das imagens de jogos e treinamentos e o escritório administrativo do clube", disse o presidente do Barcelona de Ilhéus.

 

Além de servir como CT do time, o local em construção também abrigará uma escolinha de futebol voltada para atender crianças carentes da cidade. "Já iniciamos, também, o nosso projeto social. Enquanto o CT não fica pronto, doaremos, antes do Natal, 500 coletes para cerca de 15 escolinhas de futebol de Ilhéus que trabalham com crianças carentes", falou Weliton.

 

A ideia da diretoria é que o Barcelona de Ilhéus mande seus jogos no Estádio Mário Pessoa. Para isso, de acordo com o site do novo clube, Weliton Nascimento já se reuniu com o prefeito da cidade Mário Alexandre (PSD), conhecido como Marão, e o diretor de esportes do município, Danilo Rabat, para reativar a praça esportiva. A patrocinadora da agremiação vai promover as primeiras ações emergenciais no estádio como limpeza e pintura das arquibancadas a fim de viabilizá-lo para o início da Série B do Baiano. Será colocado um profissional semanal para retirar as ervas, um engenheiro para emitir um parecer da situação da grama, a retirada do mato ao redor do gramado e o ponto de atenção nas bilheterias.

 

"Eu saí muito jovem de Ilhéus para trabalhar. Hoje, quero fazer algo por minha cidade, quero ajudar. Acredito que o futebol é um bom caminho para contribuir com o desenvolvimento de Ilhéus", finalizou Weliton.

Histórico de Conteúdo