Caso Neymar: Barcelona é intimado novamente para esclarecer venda
Foto: Miguel Ruiz / Barcelona
A Justiça espanhola notificou e deu um prazo de 20 dias para que o Barcelona, o atual presidente Josep Maria Bartomeu e Sandro Rosell, ex-mandatário do clube catalão, apresentem uma defesa no processo de investigação sobre a compra do atacante Neymar.

 
Nesta ocasião, de acordo com o Tribunal Superior de Justiça da Catalunha, o pai do craque Neymar, o jogador e a equipe do Santos não foram intimidos para prestar novos esclarecimentos sobre a negociação.


A Justiça espanhola investiga, desde 2014, investiga se houve fraude fiscal no processo de compra do atleta pelo Barcelona, em maio de 2013. Inicialmente, segundo o juiz Audiência Nacional, o clube espanhol pagou mais de R$ 83 milhões, e não apenas os R$ 57 milhões divulgados anteriormente.


O brasileiro, em meio a esta notícia, segue se destacando dentro das quatro linhas. No último final de semana, ele marcou o 60º pelo Barcelona e chegou a marca de 100 partidas oficiais.


Histórico de Conteúdo