Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 01 de Julho de 2014 - 15:34

Com gol na prorrogação, Argentina vence Suíça na Arena Corinthians

por Glauber Guerra

Com gol na prorrogação, Argentina vence Suíça na Arena Corinthians
Foto: Getty Images
No sufoco, a Argentina venceu a Suíça por 1 a 0 nesta terça-feira (1º), na Arena Corinthians, em São Paulo. O gol que garantiu a classificação para às quartas de final da Copa veio somente no minuto final da prorrogação com Di María. 


O JOGO


A Argentina iniciou a partida priorizando o toque de bola, enquanto a Suíça ficou fechada atrás, de olho em um contra-ataque. Aos quatro minutos, Di María tentou a jogada pela esquerda, balançou na frente dos marcadores, mas o cruzamento bateu em Lichtsteiner e foi para fora. 
 
Aos sete, Higuaín lançou Lavezzi, mas a bola foi  muito comprida e ficou nas mãos do goleiro Benaglio. Depois dessas tentativas por parte da Argentina, o jogo ficou um pouco morno com a duas equipes se estudando. Somente aos 19, Lionel Messi tentou uma bela jogada individual. Ele passou por meio de dois, mas a defesa da Suíça se recuperou para fazer o desarme.
 
Messi tentou fazer outra boa jogada aos 22. Ele se livrou da marcação e quis dar o passe para Higuain dentro da área. Mas Lichtsteiner cortou.
 
O camisa 10 argentino comandava as ações da partida. Aos 24, ele cobrou falta para área, Higuaín cabecou, mas mandou por cima.
 
Suíça acorda
Aos 27, Shaqiri fez bela jogada individual perto da linha de fundo e tocou para trás, para o chute de Xhaka, mas Romero fez grande defesa. Na sequência, Lichtsteiner arriscou de longe, mas o goleiro defendeu em dois tempos. 
 
Argentina tenta responder
Logo depois da Suíça, chegar com perigo, a Argentina tentou responder. Aos 28, Di María cruzou para a área, Higuaín brigou pelo alto e bola sobrou com Lavezzi, que bateu fraco para a defesa de Benaglio. Um minuto depois, Di María cobrou escanteio fechado, e Garay só raspa a cabeça na bola, que sai pela linha de fundo. 
 
Drmic vacila
A melhor chance do jogo foi desperdiçada aos 38 minutos. A Suíça partiu no contra-ataque em velocidade, Shaqiri deu grande passe para Drmic, que avançou livre e tentou encobrir Romero. Mas ele tocou fraco e mandou a bola na mão do goleiro. 


Segundo tempo
A etapa final começou movimentada. Aos quatro, Shaqiri cobrou direto para o gol, Romero se atrapalhou duas vezes, mas conseguiu ficar com a bola. Um minuto depois, Shaqrir recebeu grande bola pela esquerda e rolou para Drmic, que chutou mal e perdeu boa chance.
 
O lateral Rodriguez, da Suíça, arriscou o chute de longe aos sete minutos, mas a bola foi para fora, sem perigo.
 
Argentina pressiona
A Argentina fez uma blitz em busca do primeiro gol. Aos 13, Lavezzi rolou para Rojo, que bateu cruzado. Benaglio pulou de maneira estranha, mas conseguiu realizar a defesa. Um minuto depois, Di Maria deu belo drible em Rodriguez, que ficou no chão. Ele tentou cruzamento de letra, mas mandou sem direção, pela linha de fundo.


Aos 17, Di Maria cruzou e Higuain cabeceou para boa defesa de Benaglio.

Messi chegou com perigo aos 22. Ele pegou a sobra na entrada da área, matou no peito e bateu sem deixar cair, mas a bola passou por cima do gol, com muito perigo.


Aos 29, Messi fez belo cruzamento para Palacio, que subiu com liberdade, mas cabeceou para fora. Três minutos depois, mais uma vez Messi. Ele pegou a sobra na entrada da área, se livrou da marcação e chutou rasteiro, mas Benaglio faz outra grande defesa. Na sobra, Palacio disputou a bola, árbitro não marcou falta, mas a defesa conseguiu afastar o perigo. 

Novamente Messi. Aos 43, o camisa 10 fez grande jogada pela esquerda, fez fila e tocou para Palacio, que errou o domínio e perdeu ótima oportunidade.

Mesmo com o ímpeto argentino no segundo tempo, os hermanos não conseguiram concretizar as chances em gol.

Prorrogação


Como no tempo normal, a Suíça adotou uma postura defensiva e espera oportunidades para jogar no contra-ataque. Enquanto isso, a Argentina tentava furar o bloqueio defensivo.  

Aos quatro, Messi cobrou  falta pra área, Palacio desviou de cabeça, mas o goleiro da Suíça fez outra boa defesa. Aos nove, os suíços tentaram ir ao atque, mas Seferovic foi pego em impedimento.


Já no final da primeira etapa da prorrogação, a Argentina partiu em velocidade pela esquerda, Di María fez o cruzamento, mas a defesa cortou.

Na segunda etapa, a Argentina continuou superior. Aos três Biglia fez bela abertura na direita para Di María, que puxou para o meio e bateu forte, mas Benaglio boa intervenção. 

Aos 14,  a Suíça perdeu a bola no meio-campo, Messi recebeu a bola, deixou Schär no chão e rolou para Di María, na direita. O camisa 7 bateu colocado e abriu o placar a menos de três minutos do fim do jogo.
 


FICHA TÉCNICA  
Copa do Mundo
Argentina x Suíça – Oitavas de final
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 1º de julho de 2014 (terça-feira)
Horário: 13h (de Brasília)
Árbitro: Jonas Eriksson (Suécia)
Auxiliares: Mathias Klasenius e Daniel Warnmark (ambos da Suécia)

Cartões amarelo: Xhaka e Gelson Fernandes (Suíça); Rojo, Garay e Di María (Argentina)

Gol: Di María (Argentina)
 
ARGENTINA: Romer; Zabaleta, Garay, Fede Fernandez e Rojo (Basanta); Mascherano, Gago (Biglia) e Di María; Lavezzi (Palacio), Messi e Higuaín .Técnico: Alejandro Sabella


SUÍÇA: Benaglio, Lichtsteiner, Djourou, Schar e Ricardo Rodriguez; Behrami, Inler , Xhaka (Gelson Fernandes), Mehmedi (Dzemaili) e Shaqiri; Drmic (Seferovic) . Técnico: Ottmar Hitzfeld


 


Histórico de Conteúdo