Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sábado, 11 de Junho de 2022 - 06:00

Fora de casa, Bahia enfrenta o Operário com meta de manter boa fase na Série B

por Ulisses Gama

Fora de casa, Bahia enfrenta o Operário com meta de manter boa fase na Série B
Foto: Felipe Santana / Divulgação / EC Bahia

Com dois triunfos seguidos, o Bahia quer manter a pegada e se manter firme entre os primeiros colocados da Série B. Para isso, terá que encarar o Operário na noite deste sábado (11), às 18h30, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.

 

Se em casa o desempenho do Bahia é perfeito, longe de Salvador a situação deixa o torcedor tricolor com a pulga atrás da orelha. Em cinco jogos fora, o Esquadrão venceu apenas uma. Esse último bom resultado foi contra o Náutico no último dia 15 de abril.

 

Ciente da cobrança que vive quando se fala em jogar como visitante, o técnico Guto Ferreira espera que o grupo mantenha o comportamento dos jogos na Arena Fonte Nova. 

 

"A gente espera que a equipe possa ter o comportamento que a equipe vem tendo aqui dentro. A gente não pode esperar a energia do torcedor na arquibancada, porque a gente vai enfrentar uma energia contraria", declarou.

 

O comandante vai ter que lidar com problemas para armar o time. O volante Patrick (suspenso), o zagueiro Didi, o volante Rezende e o atacante Marco Antônio (lesionados), são desfalques. Por outro lado, o zagueiro Ignácio retorna.

 

O Bahia tem 22 pontos e está na vice-liderança da competição nacional com uma distância de cinco pontos para o quinto colocado.

 

FICHA TÉCNICA
Operário x Bahia
Série B - 12ª rodada

Local: Germano Krüger, em Ponta Grossa
Data: 11/06/2022 (sábado)
Horário: 18h30
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos e Lorival Candido das Flores (ambos do RN)
VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)


Operário: Vanderlei; Thales, Reniê e Fagner Alemão; Arnaldo, Ricardinho, Fernando Neto, Rafael Chorão e Fabiano; Silvinho e Paulo Sérgio. Técnico: Claudinei Oliveira.

 


Bahia: Danilo Fernandes; Douglas Borel, Luiz Otávio, Ignácio e Djalma; Emerson Santos, Mugni e Daniel; Rildo, Davó e Rodallega. Técnico: Guto Ferreira.

Histórico de Conteúdo