Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 30 de Novembro de 2021 - 12:16

Bahia tem dívidas com acordo global do TRT; clube busca acerto com credores

por Ulisses Gama

Bahia tem dívidas com acordo global do TRT; clube busca acerto com credores
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia

Além dos problemas no campo, o Bahia vem tendo dor de cabeça com situações fora dele. O Tricolor possui um débito em relação acordo global com o Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região. A informação foi divulgada pelo Galáticos Online e confirmada pelo Bahia Notícias.

 

Com um valor mensal de R$ 450 mil para pagar, o clube depositou apenas R$ 225 mil em setembro, além de estar com outubro e novembro em aberto. O Esquadrão de Aço alegou dificuldades financeiras por conta da Covid-19, mas a juíza Karina Andrade Britto Oliveira não aceitou a justificativa e deu prazo de até 10 dias para que a situação seja resolvida. 

 

"Diante do débito existente em relação ao acordo global, e se considerando que, mesmo diante das dificuldades apontadas, a requerente vinha cumprindo o acordo homologado, passando a inadimpli-lo a partir de setembro/2021, bem como que a ata de acordo global autoriza, a partir do atraso de 60 dias, sejam adotados os atos constritivos permitido em lei. CONCEDE-SE à requerente o prazo de 10 dias para complementar o aporte de setembro/2021, sob pena de se realizarem as medidas constritivas previstas", disse a magistrada.

 

Se a situação não for regularizada, o Bahia pode sofrer com penhora de bens e bloqueio de contas. No entanto, segundo apuração do BN, o clube vem costurando um acordo com a comissão dos credores para que o problema seja normalizado.

 

 

Ao Bahia Notícias, o presidente Guilherme Bellintani destacou a dificuldade financeira que o clube vive e ressaltou que haverá uma reunião com os credores para tratar do assunto.

 

"O Bahia registrou déficit de 52 milhões em 2020, um valor histórico devido à pandemia. Enquanto esse déficit não for superado, o clube administra o fluxo de caixa com muita dificuldade, inclusive em relação às dívidas contraídas em gestões passadas, como é o caso da enorme dívida trabalhista gerida sob este referido acordo. Por um período longo, infelizmente não será possível manter o pagamento no ritmo que gostaríamos até que o imenso déficit registrado em 2020 seja recuperado.  É importante registrar que já temos reunião marcada com a comissão de credores o tribunal, por iniciativa do próprio Bahia,  para tratar do tema", disse o mandatário, que também pontuou a recuperação financeira do clube.

 

"A situação já esteve bem pior, mas aos poucos nossas finanças felizmente começam a se recuperar", completou.  Atualizada às 16h59.

Histórico de Conteúdo