Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Domingo, 20 de Dezembro de 2020 - 20:40

Gerson acusa Juan Ramirez, do Bahia, de injúria racial e pede respeito a Mano Menezes

por Glauber Guerra

Gerson acusa Juan Ramirez, do Bahia, de injúria racial e pede respeito a Mano Menezes
Foto: Delmiro Junior/Photo Premium/Folhapress

O volante Gerson, do Flamengo, fez uma acusação contra o meia Juan Ramirez, do Bahia, durante o jogo disputado neste domingo (20), no Maracanã. Segundo o atleta do Fla, o jogador colombiano proferiu as seguintes palavras: “cala a boca, negro”, aos sete minutos do segundo tempo.

 

“Tenho vários jogos pelo profissional e nunca vim na imprensa falar nada porque nunca tinha sofrido preconceito, nem sido vítima nenhuma vez. O Ramirez, quando tomamos acho que o segundo gol, o Bruno fingiu que ia chutar a bola e ele reclamou com o Bruno. Eu fui falar com ele e ele falou bem assim para mim: ‘Cala a boca, negro’. Eu nunca falei nada disso, porque nunca sofri. Mas isso aí eu não aceito”, disse em entrevista ao Canal Premiere.

 

Gerson ainda cobrou respeito ao técnico Mano Menezes, do Bahia.

 

“O Mano até falou ‘Ah, agora você é vítima, não é? O Daniel Alves te atropelou e você não falou nada’. Claro, porque teve respeito entre mim e ele. Eu nunca falei de treinador, mas o Mano tem que saber respeitar. Estou vindo falar aqui por mim e por todos os negros do Brasil”, completou.

 

O jogo terminou com vitória do Flamengo por 4 a 3.

Histórico de Conteúdo