Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Emitidos pelo Lacen, testes de Covid do Bahia estão sendo apurados após clube alertar Sesab
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

O Esporte Clube Bahia vive uma dor de cabeça por causa de exames de Covid-19 para atletas do elenco. De acordo com apuração do Bahia Notícias, o clube alertou a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) para a possibilidade de uma fraude na execução de parte dos testes realizados.

 

O BN apurou que o clube contratou o laboratório Nossa Senhora de Fátima, de Candeias, indicado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), para fazer os exames excedentes do grupo, já que a entidade máxima do futebol nacional se responsabiliza por 26 testes. Vale lembrar que cerca de 40 jogadores formam o elenco.

 

Apesar de contratar um laboratório particular, a cúpula do Esquadrão de Aço recebeu laudos do Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen) e como se tivessem sido feitos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Santo Antônio, no bairro de Roma, o que significa que a execução desses exames foi feita pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 

 

Após desconhecer a procedência dos laudos, o clube entrou em contato com a Sesab para esclarecer o tema e ficou comprovado que se tratava de uma fraude. Fontes ligadas à Sesab confirmaram ao BN que o caso está sendo avaliado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE).

 

A reportagem do BN também apurou que, mesmo não tendo responsabilidade sobre o ocorrido, o Bahia se prontificou a pagar pelos exames que foram executados de forma equivocada.

Histórico de Conteúdo