Quarta, 19 de Fevereiro de 2020 - 21:24

Bahia bate o CSA e volta a vencer pela Copa do Nordeste

por Leandro Aragão

Bahia bate o CSA e volta a vencer pela Copa do Nordeste
Foto: Francisco Cedrim / MyPhoto Press / Folhapress

O Bahia voltou a vencer pela Copa do Nordeste. Na noite desta quarta-feira (19), o Tricolor bateu o CSA por 2 a 0, no Rei Pelé, na capital alagoana, na abertura da quinta rodada do torneio regional. Juninho e Gilberto marcaram os gols do time baiano, um em cada tempo.

 

Apesar do triunfo e chegar aos oito pontos, o Esquadrão de Aço segue na terceira posição do Grupo A do torneio regional, devido ao saldo de gols em desvantagem para o vice-líder Botafogo-PB e para o líder Fortaleza. Com apenas um, a equipe alagoana é a oitava e última colocada da chave B.

 

O Tricolor só volta a jogar pelo Nordestão no dia 7 de março, um sábado, às 16h, ao receber a visita do Confiança, na Arena Fonte Nova. Porém, antes disso, o próximo desafio do time baiano será na Quarta-Feira de Cinzas (26), às 19h15, contra o Nacional, do Paraguai, no Estádio Luis Alfonso Giagni, pelo jogo de volta do confronto da primeira fase da Copa Sul-Americana. A equipe venceu o primeiro duelo por 3 a 0 e pode perder por até dois gols de diferença.

 

O JOGO

 

O jogo começou morno, apesar das duas equipes se movimentarem buscando o ataque, nenhuma delas conseguiu criar uma boa chance de gol até os primeiros 25 minutos. O Bahia descia mais pela esquerda. Aos 14, Flávio finalizou por cima do gol numa bola sobrada. Já o CSA não encontrava espaço no sistema defensivo do time baiano e tentou alçar algumas bolas na área, mas sem sucesso. O Azulão obrigou Anderson a cair para fazer a defesa num chute de Rafael Bilu no minuto 19.

 

Aos 36, o técnico Roger Machado foi obrigado a mexer no time. O lateral Juninho Capixaba deixou o gramado machucado e no seu lugar entrou o estreante Zeca. Três minutos depois, Diego Maurício partiu em contra-ataque e foi derrubado por Gregore, que recebeu o amarelo. Aos 40, foi a vez de Eduardo Baptista mudar a equipe, também por problema físico. Bruno José saiu para a entrada de Renatinho no lugar de Bruno José.

 

Tricolor abre o placar
Na recuada de bola, o goleiro Anderson lançou, Clayson raspou e Élber dominou no ataque. Ele invadiu a área e chutou em cima do goleiro. Na sobra, Juninho apareceu e finalizou a primeira vez no defensor, mas ele mesmo pegou a sobra e, com o gol vazio, estufou as redes abrindo o placar aos 47 minutos. CSA 0x1 Bahia

 

Segundo tempo

O Tricolor voltou do vestiário com a mesma formação que terminou a primeira etapa. Porém, o Azulão fez uma alteração com Rodrigo Pimpão entrando na vaga de Rafael Bilu.

 

Em desvantagem no placar, o CSA voltou querendo fazer pressão no Tricolor. Aos três minutos em cobrança de escanteio de Diego Renan, Luciano Castán subiu e mandou para fora. Aos seis, o time alagoano chegou bem mais uma vez. Diego Renan tocou para Diego Maurício, que rolou para João Cleber. Ele finalizou e a bola passou perto da trave de Anderson.

 

Anderson salvou o Bahia duas vezes no mesmo lance aos 14 minutos. Primeiro defendendo chute de Diego Maurício e em seguida cortando um cruzamento rasteiro no rebote.

 

Gilberto amplia
Clayson recebeu ainda no campo de defesa, puxou o ataque e lançou Élber, que bateu de primeira, mas o goleiro fez a defesa. Ele mesmo pegou o rebote e rolou para Gilberto que fuzilou e fez o segundo gol do jogo aos 20 minutos. CSA 0x2 Bahia

 

Aos 25, o Tricolor quase chegou ao terceiro. Clayson acionou Gregore na área. O volante dominou no peito e finalizou. Mas Thiago Rodrigues fez boa defesa. No minuto seguinte, Pimpão empurrou Lucas Fonseca de costas. Os jogadores do Bahia pressionaram o árbitro pedindo cartão, mas o jogo seguiu. Depois, aos 33, foi a vez de Clayson errar o alvo e desperdiçar boa chance do terceiro gol.

 

FICHA TÉCNICA
CSA 0x2 Bahia
Copa do Nordeste - 5ª rodada

Local: Rei Pelé, em Maceió
Data: 16/02/2020 (sábado)
Horário: 19h30
Árbitro: Tarcisio Flores da Silva, (RN)
Auxiliares: Jean Marcio dos Santos e Reinaldo de Souza Moura (ambos do RN)

Cartões amarelos: Geovane, Allano (CSA) / Gregore (Bahia)

Gols: Juninho, Gilberto (Bahia)

 


CSA: Thiago Rodrigues; Diego Renan, Alan Costa, Luciano Castán e Rafinha; Geovane, Jean Kléber e Bruno José (Renatinho); Allano, Rafael Bilu (Rodrigo Pimpão) e Diego Maurício (Victor Silva). Técnico: Eduardo Baptista.
 

 

Bahia: Anderson; João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba (Zeca); Gregore, Flávio e Rossi (Arthur Caíke); Clayson (Régis), Élber e Gilberto. Técnico: Roger Machado.

Histórico de Conteúdo