Quarta, 09 de Outubro de 2019 - 22:57

Bahia fica no empate com o São Paulo na Arena Fonte Nova

por Leandro Aragão

Bahia fica no empate com o São Paulo na Arena Fonte Nova
Foto: Romildo de Jesus / Ag. Haack / Bahia Notícias

Com cinco substituições por questões físicas, o duelo entre tricolores terminou empatado na Arena Fonte Nova. Na noite desta quarta-feira (9), Bahia e São Paulo ficaram no 0 a 0, em partida válida pela 24ª rodada do Brasileirão.

 

Mesmo somando um ponto e chegando aos 38, o Esquadrão de Aço caiu para a oitava colocação na tabela de classificação. Com dois a mais, o time paulista segue no quinto lugar.

 

O próximo compromisso do Bahia será no sábado (12), às 19h, contra outro tricolor, o Fluminense, no Maracanã, pela 25ª rodada. No dia seguinte, domingo (13), às 18h, o São Paulo faz o clássico paulista com o Corinthians, no Morumbi.

 

O JOGO

 

O jogo começou truncado nos primeiros movimentos, mas foi o São Paulo quem teve boa chance com pouco mais de um minuto. Pato dominou no peito, foi à linha de fundo e cruzou. Hernanes chutou com perigo e Juninho salvou. Na sobra, Liziero que finalizou, mas a bola desviou no meio do caminho.

 

Até os oito minutos, o Bahia não assustou Tiago Volpi, mas conseguiu duas boas chegadas. A primeira com Moisés que desarmou Hernanes na linha de fundo da defesa paulista e cruzou para meio. Fernandão subiu mais alto, mas errou a cabeçada. Depois, no contra-ataque puxado por Élber que tocou para o centroavante camisa 20. Ele chutou e a bola acabou batendo na defesa. No rebote, Ronaldo mandou para fora.

 

Aos 17 minutos, numa disputa de bola com Juanfran, Moisés levou a pior. O lateral do São Paulo acabou acertando o braço no rosto do jogador do Bahia que teve o supercílio aberto. Com o jogo paralisado, ele foi atendido dentro do gramado, foi colocada uma toca na sua cabeça, além de trocar a camisa.

 

Até os 30 minutos, os dois times trocavam bastante passes com paciência, buscando furar as defesas. Como de costume dos times treinados por Fernando Diniz, o São Paulo fazia a bola rodar desde o seu goleiro, até chegar no ataque. Já o Bahia, apertava principalmente a saída de bola do adversário e procurava imprimir velocidade nas chances de contra-ataque. No entanto, nenhuma das equipes conseguiu levar muito perigo às metas.

 

No toque de bola, Reinaldo recebeu após boa tabela entre Hernanes e Pato aos 33. O lateral fez o cruzamento passando na frente do gol de Douglas, mas Pablo não conseguiu alcançar e ela foi direto para fora. Cinco minutos depois, Pablo sentiu uma lesão, colocou a mão na virilha e prontamente já pediu para ser substituído antes de cair no chão. Ele deu lugar a Igor Gomes. Depois, aos 40, foi a vez de Moisés sentir dores no músculo posterior da coxa esquerda quando começava a dar um pique. Na mesma hora, o lateral também solicitou a alteração. Roger Machado colocou Giovanni em campo.

 

Gregore puxou um contra-ataque em velocidade aos 47. Ele acabou adiantando demais a bola, mas continuou correndo e trombou com Luan. Os caíram no chão e a bola saiu pela lateral. Após atendimento aos atletas, o árbitro acrescentou dois minutos aos quatro além do tempo regulamentar que tinha dado originalmente.

 

Segundo tempo

O Bahia voltou dos vestiários modificado. Élber sentiu um mal-estar e foi substituído por Arthur Caíke. Enquanto o São Paulo voltou com a mesma formação que encerrou a etapa inicial. Porém, com três minutos de bola rolando, Juanfran pediu para deixar o gramado e Igor Vinícius entrou no seu lugar. Tanto Roger quanto Diniz queimaram duas substituições cada por questões físicas dos seus atletas.

 

Douglas fez boa defesa aos sete minutos. Pato recebeu lançamento pela esquerda e bateu cruzado rasteiro para a intervenção do goleiro do Tricolor baiano. No minuto seguinte, o time paulista continuou no ataque. A bola sobrou na meia-lua e Liziero furou na hora do chute, na sequência, Pato foi acionado na linha de fundo, mas foi bloqueado por Douglas na hora do cruzamento.

 

A resposta do Bahia veio aos 11. Nino Paraíba descolou o cruzamento da direita e Arthur Caíke cabeceou com perigo para a defesa de Tiago Volpi. Dois minutos depois, em nova investida dos visitantes, Reinaldo foi lançado e Douglas saiu bem do gol para fazer o corte mandando a bola para fora.

 

Aos 21, em bola levantada na área após cobrança de falta, Rogério pegou o rebote e emendou o chute. Mas bem posicionado, Tiago Volpi agarrou sem dificuldade.

 

Pela terceira vez, Fernando Diniz é obrigado a mexer no time do São Paulo por problemas físicos dos seus atletas. Com câimbras, Liziero deixou o gramado para a entrada de Vitor Bueno aos 27. Quatro minutos depois, a torcida do Esquadrão de Aço pediu pênalti. Bola levantada na área paulista, no bate e rebate a defesa consegue afastar o perigo.

 

FICHA TÉCNICA
Bahia 0x0 São Paulo
Campeonato Brasileiro - 24ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 09/10/2019 (quarta-feira)
Horário: 21h
Árbitro: Braulio da Silva Machado (FIFA-SC)
Auxiliares: Thiaggo Americano Labes e Johnny Barros de Oliveira (ambos de SC)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC), com auxílio de Christiano Gayo Nascimento e Daniel Henrique da Silva Andrade (ambos do DF)

Cartões amarelos: Lucas Fonseca, Artur (Bahia) / Tchê Tchê (São Paulo)

 

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés (Giovanni); Gregore, Flávio e Ronaldo (Rogério); Artur, Élber (Arthur Caíke) e Fernandão. Técnico: Roger Machado.

 

São Paulo: Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinícius), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê, Liziero (Vitor Bueno) e Hernanes; Alexandre Pato e Pablo (Igor Gomes). Técnico: Fernando Diniz.

Histórico de Conteúdo