Sexta, 19 de Abril de 2019 - 09:30

'Entramos focados e querendo competir', diz Flávio sobre goleada do Bahia

por Ulisses Gama / Leandro Aragão

'Entramos focados e querendo competir', diz Flávio sobre goleada do Bahia
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

Para o volante Flávio, a vontade de competir do time do Bahia fez a diferença na goleada aplicada sobre o Londrina por 4 a 0, na última quinta-feira (18), pelo primeiro jogo da quarta fase da Copa do Brasil. O Tricolor não deu vez ao adversário e abriu 2 a 0 logo no primeiro tempo. O time paranaense ainda perdeu um jogador expulso e os donos da casa aproveitaram para balançar as redes mais duas vezes na etapa final.

 

"Diferente do nosso último jogo contra o Bahia de Feira, a gente entrou focado e querendo competir desde o começo do jogo. A gente sabia que se a entrássemos focados e com esse espírito de guerra, de querer vencer mesmo, nossa qualidade ia sobressair. Graças a Deus, a gente teve o jogo na mão, com a expulsão do jogador deles facilitou nosso jogo mais ainda, então a gente soube explorar bem os espaços que eles deixaram para a gente e aplicamos essa bela vantagem", disse em entrevista ao Bahia Notícias.

 

Com o resultado, o Tricolor encaminhou a classificação as oitavas de final da Copa do Brasil. O time baiano pode perder por até três gols de diferença para seguir no torneio nacional. A derrota por quatro gols leva a decisão para os pênaltis, enquanto o Londrina precisa ganhar por cinco tentos para ficar com a vaga. O próximo encontro será na quinta (25), às 19h15, no estádio do Café.

 

Flávio ainda elogiou o lateral-direito Nino Paraíba, que foi o grande destaque da partida. Antes criticado pela torcida, o jogador, de 33 anos, teve seu nome cantado nas arquibancadas. 

 

"A gente estava até comentando no banco ali. Futebol é muito... Virou assim, né? Ele vinha numa sequência muito boa, mas a gente sabe do potencial dele e em nenhum momento duvidamos da capacidade do Nino. Lá em Feira, ele já tinha feito uma excelente partida e hoje, meus Deus, um monstro em campo! Marcando, atacando, fez gol, deu assistência, então é só coroar. A gente fica feliz por ele, porque teve um momento difícil, foi bastante criticado e ver a torcida cantando o nome dele a gente, que é companheiro, fica muito feliz por ele", falou.

 

O elenco do Bahia não terá muito tempo para comemorar o grande resultado. No próximo domingo (21), às 16h, novamente na Fonte Nova, a equipe volta ao gramado para decidir o título do Campeonato Baiano, contra o Bahia de Feira. Após empate em 1 a 1 no primeiro jogo, o confronto está aberto e quem vencer este novo encontro levanta o troféu. Uma nova igualdade no placar leva a decisão para os pênaltis. Flávio pregou respeito ao adversário, mas revelou que está com o grito de campeão preso na garganta desde o ano passado quando o Esquadrão perdeu a final da Copa do Nordeste.

 

"Eu estou nessa expectativa desde o ano passado da Copa do Nordeste, que eu queria ser campeão, mas batemos na trave. Virar a chavinha da Copa do Brasil e quero muito ser campeão, quero muito levantar a taça, mas a gente tem que respeitar o Bahia de Feira que é uma grande equipe também. Mas a gente vai estar jogando em casa e temos que ir para cima fazer o nosso resultado para sacramentar esse título que é muito importante para a gente", afirmou.

Histórico de Conteúdo