Diretor do Bahia admite que conversas com o Palmeiras por Zé Rafael vêm evoluindo
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

O diretor de futebol do Bahia, Diego Cerri, compareceu na sala de imprensa do Fazendão no final da tarde desta sexta-feira (10) para fala sobre o meia Zé Rafael, que vem sendo assunto da imprensa paulista desde a noite da última quinta-feira (9). As informações apontatam que o atleta está cada vez mais próximo de acertar com o Palmeiras para a temporada de 2019.

 

Segundo o dirigente tricolor, existem conversas rotineiras com o clube, que tem a preferência de proposta pelo jogador acertada desde o início do ano, quando o Bahia acertou o retorno do argentino Allione. Apesar de não confirmar um acerto, ele indicou que as tratativas estão evoluindo.

 

"É um assunto que sempre está em pauta pelo destaque de Zé. Sempre surge uma especulação, uma notícia sem fundamento. Tivemos propostas, o Palmeiras tem a preferência, foi uma coisa que o Palmeiras adquiriu. Estamos conversando com o Palmeiras e demonstaram interesse em exercer. Estamos cada vez mais conversando. Discutimos no começo do ano e o entendimento seria a permanência do Zé para esse ano. Ele permaneceu. As propostas apareceram já faz tempo e entendemos que seria improtante um sacrifício para mantê-lo. Uma venda é uma receita importante, mas preferimos manter pela parte esportiva. Conhecemos o jogador, sabíamos que tinha tudo para fazer um segundo ano bom e que teríamos a oportunidade de vender posteriormente", declarou.

 

Apesar das conversas, Cerri rechaçou a possibilidade de Zé Rafael não estar em campo no segundo jogo das quartas de final da Copa do Brasil entre Bahia e Palmeiras, marcado para a próxima quinta-feira (16), em São Paulo.

 

"Zero. Ele vai estar em campo contra eles. O que a gente sabe é que ele foi ganhando um destaque, foi sendo cobiçado e qualquer momento pode fechar qualquer coisa. Mas nossa prioridade era a parte esportiva primeiro aqui", complementou.

 

Na atual temporada, Zé Rafael é o artilheiro do Bahia, com onze gols marcados.

Histórico de Conteúdo