Sexta, 28 de Julho de 2017 - 11:55

Responsabilidade social: Bahia adere a programa da Unicef/Universidade do Futebol

por Ulisses Gama

Responsabilidade social: Bahia adere a programa da Unicef/Universidade do Futebol
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia
O Bahia anunciou na manhã desta sexta-feira (28) uma ação visando o lado cidadão do clube. Na Arena Fonte Nova, o presidente Marcelo Sant'Ana assinou a adesão ao programa "Jogue limpo, jogue bem", da Unicef e da Universidade do Futebol, que busca reforçar o trabalho de responsabilidade social com os atletas da divisão de base. "Mais uma iniciativa do nosso clube referente à responsabilidade social. Demos o primeiro passo em outubro de 2015 com as Obras Sociais Irmã Dulce, que tem nos dado muitas alegrias de retribuir o carinho dos baianos. Com o programa 'Jogue limpo, jogue bem', daremos uma atenção aos nossos garotos da divisão de base, melhorar a formação enquanto cidadão. É a minoria desses jogadores que vão chegar na equipe profissional", declarou o presidente. "É ter esse trabalho para nos desenvolver como clube e instituição. Não adianta apenas se preocupar com o time profissional, que são os onze que entram em campo. Temos que nos preocupar com o clube e o clube envolve todos os jogadores que a gente sabe que na formação não vão chegar. No elenco profissional do Bahia, hoje temos Jean, Rodrigo, Eder, Feijão, Juninho, Douglas e Júnior Brumado. Nenhum desses chegou ao Bahia com 14 anos, talvez Feijão. Esses são os que chegaram ao profissional. E os outros? Como preparamos para uma vida fora do futebol? É essa preocupação que a gente tem", indicou. Segundo Sant'Ana, o projeto vai atingir 40% dos funcionários do clube. "Atinge 40% dos funcionários, cerca de 120 a 130 pessoas, sendo que temos 290 funcionários. Trabalho de dimensão grande. Objetivo grande é ter excelência na formação de atletas. A gente vai ser o primeiro clube avaliado. A gente vai começar a ter uma métrica melhor", explicou. 

Histórico de Conteúdo