Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
/
Tag

Artigos

Ana Angélica
SindilimpBA luta por regulamentação da profissão de gari e margarida
Foto: Divulgação

SindilimpBA luta por regulamentação da profissão de gari e margarida

O Projeto de Lei 4146/2020 regulamenta a profissão de gari e margarida em todo o país. E o SindilimpBA não poderia ficar de fora desta luta. Em Brasília, conseguimos apoios de peso para estudar a redação do PL. É preciso cobrar a tramitação do projeto, a categoria espera pela regulamentação há décadas. A sociedade precisa participar. Vamos acompanhar mais de perto e criar estratégias para ajudar na aprovação. Os profissionais na Bahia estão celebrando o dia dos garis e margaridas, justamente neste dia 16 de maio.

Multimídia

Bruno Reis rebate críticas e cita reconhecimento da Caixa por gestão sustentável: "A oposição fala o que quer"

Bruno Reis rebate críticas e cita reconhecimento da Caixa por gestão sustentável: "A oposição fala o que quer"
O prefeito Bruno Reis rebateu, nesta quinta-feira (16), críticas que recebe de opositores políticos e nas redes sociais em relação a falta de árvores e a projetos de viadutos na cidade. Reis participou nesta manhã da abertura do 2º Congresso de Direito e Sustentabilidade, que acontece até esta sexta-feira (17) no Hotel Wish da Bahia.

Entrevistas

Os limites invisíveis da campanha eleitoral: o que você precisa saber

Os limites invisíveis da campanha eleitoral: o que você precisa saber
Foto: Caroline Pacheco/Famecos/PUCRS
Quem não é visto, não é lembrado. Esta é uma “receita” que se tornou infalível, antes com o rádio, a TV e a mídia off, como santinhos e outdoors e logo depois com a internet e todas as suas redes sociais e plataformas.  A menos de seis meses para as eleições municipais, partidos e pré-candidatos estão em constantes articulações e principalmente correndo contra o tempo.

lucas caribe

Operação integrada busca prender envolvidos na morte de policial federal em Valéria
Foto: Divulgação / Ascom-PC.

A Operação “Responsio”, deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta segunda-feira (4), busca cumprir mandados judiciais contra integrantes de grupos criminosos envolvidos no confronto que resultou na morte do policial federal Lucas Caribé e do ferimento a um policial civil. A ação, que acontece de forma integrada, no bairro de Valéria, procura responsáveis pelo tráfico de drogas, homicídios e os crimes contra o patrimônio. 

 

Durante a operação, dois fuzis, drogas e dois automóveis com restrição de roubo foram apreendidos. A iniciativa, deflagrada nesta segunda, tem como alvos os integrantes de organizações criminosas da localidade. 

 

Acampamentos, com uma prensa e reservatórios de água utilizados para armazenar drogas, também foram desarticulados no meio da mata. 

 

Participam da Operação Responsio os Departamentos de Repressão e Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (Draco), de Inteligência Policial (DIP), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a Coordenação de Operações e Recursos Especiais (CORE), a Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SI-SSP), a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO), Grupo de Pronta Intervenção da Polícia Federal (GPI-PF) e o Grupamento Aéreo da Polícia Militar (GRAER-PM).

Flávio Dino afirma que cenário da segurança pública na Bahia é diferente do Rio e que governo “não enxuga gelo”
Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, cumprindo agenda na Bahia nesta quinta-feira (5), afirmou em entrevista coletiva, que discorda que o combate à violência no Rio de Janeiro seja “enxugar gelo” - opinião dada por alguns especialistas em segurança pública - e disse que o cenário de violência na Bahia é diferente do cenário fluminense.

 

LEIA TAMBÉM

 

O ministro também destacou que o foco do governo federal, para combater o fortalecimento, em décadas, das facções criminosas é no trabalho de inteligência, investigação, descapitalização das facções (tirar dinheiro das facções), e combater o acesso a armas em todos os estados brasileiros e também em outros países, sobretudo os que fazem fronteira com o Brasil.

 

Dino ainda destacou o compromisso em diminuir a letalidade policial na Bahia. “O presidente Lula determinou a máxima prioridade [contra as facções criminosas] e eu sei que o governador Jerônimo está também mobilizado para essa ideia da menor letalidade possível. A polícia, quando atua, tem, evidentemente, o caminho prioritário, o caminho da investigação, da inteligência, da operação que resulta em prisões, sem que haja o uso da força. Mas a polícia não tem o direito, ela tem o dever de, quando necessário, fazer o uso da força, o uso comedido, proporcional da força. Mas nós estamos trabalhando todos os dias, e para nós salvar uma vida não é enxugar gelo. Eu discordo dessa visão.”, comentou o ministro da Justiça.

 

Ainda nessa linha, Flávio Dino destacou que não concorda com a visão “criminalizadora das polícias” e que a diminuição da letalidade policial visa proteger o próprio agente. O ministro ainda relembrou o caso do policial federal Lucas Caribé, morto no bairro de Valéria, em Salvador, no dia 15 de setembro.

 

LEIA TAMBÉM

 

“Nossa linha de trabalho é para que, inclusive, haja essa redução da letalidade de um modo geral. Abrangendo policiais nossos que morrem, como eu mencionei o Lucas [Caribé], e minimizar as mortes da sociedade. Ninguém quer a confrontação. Mas por outro lado, o uso da força é inerente à função policial e eu não concordo com a visão criminalizadora das polícias. Isso não é bom para o Brasil”, destacou Flávio Dino afirmando esse é o caminho para se ter um policiamento cada vez melhor no Brasil.

 

AGENDA NA BAHIA

Flávio Dino está na Bahia, nesta quinta-feira (5), por conta da inauguração de obras na Sede da Superintendência Regional da Polícia Federal, em Salvador; da entrega simbólica da delegacia da PF em Vitória da Conquista; da assinatura de Termo de Autorização para implantação da Delegacia da PF em Feira de Santana; e da assinatura para criar uma Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco) em Ilhéus.

Mais dois suspeitos de envolvimento na morte de policial federal em Valéria morrem em Cruz das Almas
Foto: PM / BA

 

Morrem mais dois suspeitos de envolvimento na morte do Policial Federal Lucas Caribé, no bairro de Valéria, em Salvador. Os homens entraram em confronto com a Polícia Militar na manhã desta quarta-feira (27), em Cruz das Almas, no Recôncavo Baiano, e foram atingidos após a troca de tiros. As informações são do Blog do Valente, parceiro do Bahia Notícias.

 

Ao avistar viaturas da Rondesp Recôncavo, os suspeitos que estavam a bordo de um veículo cor branca evadiram em alta velocidade e, após receberem sinais de parada, efetuaram disparos.


 

Os suspeitos foram encaminhados à UPA de Cruz das Almas, onde não resistiram. Com eles, foram apreendidas armas e drogas. Com essa ocorrência, sobe para ao menos 16 suspeitos de envolvimento na morte do policial federal Lucas Caribé.

Sobe para nove o número de suspeitos mortos por assassinato de policial federal em Salvador
Foto: Divulgação / SSP-BA

Mais dois homens suspeitos de integrar o “bonde” responsável pela morte do policial federal Lucas Caribé foram mortos durante confronto com forças policiais na noite de domingo (17).

 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), em Periperi, guarnições da 18a CIPM patrulhavam na Rua Novos Unidos, após denúncias de que um traficante integrante da facção estava com outros comparsas. Os criminosos foram encontrados e houve confronto. Um deles acabou atingido, foi socorrido, mas não resistiu. Um revólver calibre 38 e munições foram apreendidos.

 

Na Palestina, policiais da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (CORE) da PC e do Comando de Operações Táticas (COT) da PF localizaram outro traficante. Uma pistola calibre 9mm, com carregador alongado e munições foram apreendidos com o indivíduo. Ele atirou contra as equipes, terminou atingido e não resistiu.

 

Nas últimas 72h, ações integradas contra a facção que agiu em Valéria localizaram três fuzis, uma carabina, uma submetralhadora, três pistolas, um revólver, carregadores, munições, rádios comunicadores e peças de veículo roubado. Um traficante, que possuía mandado de prisão por homicídio foi preso e outros nove morreram em confrontos.

Sete suspeitos de envolvimento no assassinato de policial federal foram mortos em confronto
Foto: Alberto Maraux / SSP-BA

Sete homens suspeitos no envolvimento no assassinato do policial federal Lucas Caribé, morreram em confronto com as forças policias desde a última sexta-feira (18), em Salvador. A contagem aumentou na tarde de domingo (17), quando mais dois homens foram mortos pelas forças de segurança.

 

Também no domingo, a polícia localizou pistola, rádios comunicadores e munição de fuzil, no bairro de Periperi, no Subúrbio Ferroviário de Salvador.

 

Até o final da tarde de ontem, as ações das forças estaduais e federais localizaram oito criminosos e apreenderam três fuzis, uma carabina, uma submetralhadora, três pistolas, carregadores, munições, rádios comunicadores e peças de uma motocicleta roubada.

Homens suspeitos de participação em morte de PF morrem em confronto neste domingo
Foto: Alberto Maraux

Equipes das polícias Militar, Civil e Federal apreenderam neste domingo (17), um fuzil e uma carabina com dois criminosos suspeitos de participação no confronto no bairro de Valéria. A dupla foi encontrada no Conjunto Paraguari II, no bairro de Periperi, em Salvador e em confronto com guarnições da Rondesp BTS não resistiram aos ferimentos.

 

De acordo com a Secretária de Segurança Pública, guarnições da Rondesp BTS patrulhavam na região, enquanto policiais civis e federais ocupavam outras áreas daquela localidade. Os suspeitos foram avistados saindo da mata fechada e se escondendo em um apartamento no térreo. 

 

Com eles foram apreendidos um fuzil calibre 5,56, uma carabina calibre 9mm, carregadores e munições.

 

Nas últimas 48h, ações da SSP (PM e PC) e PF localizaram oito criminosos que participaram do confronto em Valéria. Sete acabaram atingidos e não resistiram. Um que possuía mandado de  prisão foi capturado.

 

Até o momento, as forças estaduais e federais apreenderam com os integrantes da facção três fuzis, uma carabina, uma submetralhadora, duas pistolas, carregadores e munições

MP lamenta morte de policial federal: “Ministério Público renova sua missão de combater o crime organizado”
Foto: Reprodução

Em nota publicada nas redes sociais, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) lamentou a morte do policial federal Lucas Monteiro Carybé. O agente foi morto em confronto com facção criminosa no bairro de Valéria, em Salvador, nesta sexta-feira (15). 

 

Ao externar “profundo pesar” e se solidarizar com a família, forças policiais e o que chamou de sistema de defesa social da Bahia, o MP afirma que em memória do policial “renova seu compromisso e sua missão de combater o crime organizado e promover a paz social”.

 

A Polícia Civil da Bahia investiga o homicídio do agente de Polícia Federal Lucas Monteiro Caribé e a tentativa de homicídio de outro servidor da PF e do investigador Vockton Carvalho Freire. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) assumiu a apuração do caso (veja aqui).

 

 

Policiais baleados em Valéria realizavam operação contra duas facções do bairro
Foto: Anderson Ramos / Bahia Notícias

Os três agentes que ficaram feridos durante operação, no bairro de Valéria, em Salvador, na manhã desta sexta-feira (15), estavam cumprindo mandados de prisão contra traficantes de duas facções diferentes, que atuam na região. A informação foi indicada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), em coletiva de Imprensa, nesta sexta. 

 

Dos policiais baleados, dois eram federais e um civil. Lucas Monteiro Carybé, um dos atingidos, foi levado ao Hospital Geral do Estado, mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito

 

Segundo a SSP, o caso aconteceu quando a Polícia chegou ao local para cumprir onze mandados de prisão contra membros dessas duas facções. 

 

“Duas das equipes na verdade se depararam com a por mais que nós façamos todos o trabalho de inteligência bem feito toda a articulação todo o planejamento existe o risco que você acabar tendo contato direto com aquele alvo. Eram mais de onze prisões ali que estavam se buscando executar naquela região, alvos das duas facções e foi o que acabou acontecendo. Nossas equipes se deslocando para o terreno se depararam com um bando de criminoso armado mostrando e aí começou um intenso tiroteio que culminou infelizmente com esse dia trágico pra gente pelas forças de segurança”, revelou o secretario de Segurança Pública, Marcelo Werner. 

 

No entanto, ao chegar no local, os agentes foram surpreendidos por um grupo que iniciou confronto contra a polícia. De acordo com Werner, a ação da Polícia tinha o objetivo de “fazer contenção para fazer o cumprimento de prisão”desses suspeitos, quando o confronto com os criminosos se iniciou. 

 

"A gente realizou uma ação para fazer a contenção para fazer o cumprimento da prisão de mais de dez pessoas envolvidas nas facções daquela região. As equipes chegaram até o terreno e quando chegaram até o terreno foram recebidas a tiros e começou um confronto a partir dali”, explicou. 

 

LEIA TAMBÉM:

 

Questionado pelo Bahia Notícias se os bandidos surpreenderam os policiais por descobrirem antecipadamente sobre a operação, Werner negou a suposição e disse que não houve qualquer tipo de vazamento de informações. 

 

“Não houve na verdade qualquer vazamento de informação. Houve ao contrário, a compartimentação como já é uma peculiaridade das nossas ações Integradas. Não houve qualquer tipo de vazamento. Isso aí não foi o motivo para qualquer eventualidade”, apontou.

 

Já segundo informações obtidas por fontes do Bahia Notícias, a Polícia teria sido surpreendida quando um grupo de criminosos se preparava para invadir uma facção rival. A SSP não comentou sobre a versão. 

 

Durante a coletiva, a SSP afirmou também que a Polícia Militar (PM), também estaria participando da Operação Fauda, junto com a Polícia Federal, contrariando as informações iniciais de que apenas a PF estaria realizando a operação. 

 

“Existiam no terreno de operação diversos grupamentos especializados, não só da Polícia Federal como da Polícia Militar. Havia um comando de recursos especiais da Polícia Civil. [...] Contava não só com policiais do BOPE, mas também com policiais da Patamo, com policiais da Choque e com apoio do grupamento aéreo do Graer”, completou Marcelo Werner. 

PF manifesta pesar pela morte de policial em operação contra tráfico na Bahia
Foto: Reprodução

A direção-geral da Polícia Federal emitiu nota manifestando profundo pesar pelo falecimento do agente de Polícia Federal Lucas Caribé Monteiro de Almeida, lotado no Grupo de Pronta Intervenção (GPI) da Bahia, ocorrido nesta sexta-feira (15), em Salvador.

 

Lucas Caribé ingressou na Polícia Federal em 2013, no Pará, sendo inicialmente lotado na Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas (Delepat-PA) e, em seguida, na Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE-PA).

 

Passou a integrar, em 2019, a Superintendência Regional da Polícia Federal na Bahia, sendo lotado, inicialmente, no Núcleo Especial de Polícia Marítima (NEPOM/BA). Atualmente, compunha o quadro de policiais do GPI.  O diretor-geral substituto da Polícia Federal, Gustavo Paulo Leite de Souza, decretou luto oficial de três dias. 

 

A corporação disse estar empenhada e acompanhando de perto a investigação das circunstâncias que envolveram o falecimento. A Polícia Civil da Bahia informou que o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) assumiu a apuração do caso.

 

SECRETÁRIO LAMENTA MORTE

O secretário de Segurança Pública da Bahia, Marcelo Werner, mostrou consternação com a morte de Lucas Caribé. Em publicação nas redes sociais, Werner disse que Caribé “era um irmão”, e indicou que as forças de segurança não vão medir esforços para localizar os responsáveis pelo crime. O titular da SSP é policial federal.

 

“Faremos tudo o que estiver ao alcance para levar os responsáveis à Justiça. Manter a serenidade e adotar todas as ações necessárias para chegar aos responsáveis. Muitas equipes da PF, PC e PM na região, inclusive especializadas”, escreveu.

 

Curtas do Poder

Ilustração de uma cobra verde vestindo um elegante terno azul, gravata escura e língua para fora
Não sei quem o Ferragamo vai escolher pra vice, mas "haverá sinais". Porém, é importante que ele perceba rápido o que está acontecendo além da balança, pra não tomar mais um tiro no pé. Já no caso de Rolando Lero, nem todos os sinais o convencem da falta de apoio que enfrenta. Até o Molusco se preocupou mais em elogiar o Doido. Saiba mais!
Marca Metropoles

Pérolas do Dia

Baleia Rossi

Baleia Rossi
Foto: Carine Andrade / Bahia Notícias

"Hoje [Brito] é sem dúvida um dos líderes mais respeitados e uma das cabeças do Congresso Nacional. Eu tenho certeza que ao lado do meu líder, Isnard Bulhões, Brito tem um caminho extraordinário na caminhada em que se propôs de ficar buscando o apoio, o carinho e a convergência para que a gente tenha sempre um caminho melhor para a Câmara dos Deputados". 

 

Disse o presidente nacional do MDB e deputado federal Baleia Rossi (SP), ao indicar que o seu partido deve apoiar a candidatura de Antônio Brito (PSD) para a presidência da Câmara dos Deputados na eleição que acontecerá em 2025. 

Podcast

Terceiro Turno: Conflitos internos expõem racha no PT e União Brasil na Bahia

Terceiro Turno: Conflitos internos expõem racha no PT e União Brasil na Bahia
Arte: Paulo Vitor Nadal
De lado opostos na política, o PT e o União Brasil da Bahia estão passando por dias turbulentos. Disputas internas expuseram conflitos entre os caciques das duas legendas, às vésperas da campanha eleitoral municipal de 2024.

Mais Lidas