Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Estudo associa tamanho de testículo a participação de pai na criação dos filhos
Foto: Reprodução BBC
Pesquisadores da Universidade Emory, em Atlanta (EUA), afirmam que homens com testículos menores conseguem se envolver mais na criação de filhos.  Eles teriam mais chances de se envolver com tarefas como troca de fraldas, alimentação e banho. De acordo com o tamanho dos testículos, foram também encontradas diferenças nas atividades cerebrais dos pais quando eles olhavam imagens de seus filhos. Além desses dados, a pesquisa também sugere que outros fatores, como normas culturais, também estejam associados ao tamanho dos testículos. No mundo animal, níveis de promiscuidade e tamanho dos testículos têm uma ligação forte, com a tendência dos animais com testículos maiores de copular com o maior número de fêmeas. O levantamento investiga uma teoria evolutiva sobre o balanço entre investir tempo e esforços para copular ou empregar essa energia em criar os filhos. Informações da BBC.

Histórico de Conteúdo