Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sesab indica interesse em assumir Hospital Regional de Itaberaba
Foto: Divulgação / Sesab

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou que pretende assumir imediatamente o Hospital Regional de Itaberaba (HRI). Segundo a titular da pasta, Adélia Pinheiro, o atendimento deverá ser retomado na unidade, fechada há 15 anos.

 

"O governo do estado que já investiu muito na saúde de Itaberaba não medirá esforços para continuar cuidando da saúde do povo, pois essa é nossa prioridade", destacou a médica ao falar sobre a decisão. A estrutura do equipamento foi recentemente recuperada, mas a prefeitura não demonstrou interesse em administrá-lo. 

 

Além da reforma, o HRI foi totalmente reformado e ampliado, ganhando ainda 10 leitos de UTI adulto. De acordo com o estado, foram investidos aproximadamente R$ 30 milhões entre obras e equipamentos.

 

O aparato do hospital passou a contar com um tomógrafo de 16 canais, dois Raio-X, sistema de captura e digitalização de imagens, além de dois aparelhos de ultrassonografia. “Fizemos diversas tratativas com o secretário de saúde e o prefeito para colocar a unidade em funcionamento, mas até o momento, sem sucesso. Caso o município não possa fazer a gestão da unidade, o Governo do Estado colocará em funcionamento, cabendo ao prefeito fazer a cessão”, afirma a secretária.

 

A titular da pasta estadual da Saúde reforça ainda que os 70 leitos da unidade, sendo 10 de UTI, são fundamentais para o fortalecimento da rede assistencial do SUS na região da Chapada Diamantina. “Após anos fechado, o Hospital Regional de Itaberaba poderá atender casos de urgência e emergência clínica, cirúrgica, pediátrica e traumato-ortopedia, fortalecendo assim, o município como polo de saúde e evitando o deslocamento dos munícipes para outras localidades em busca de atendimento em alta complexidade”, ressalta a secretária.

 

A expctatica da Sesab é que, uma vez em funcionamento, a unidade oferte atendimento ambulatorial, com consultas especializadas e cirurgias ambulatoriais, bem como diagnósticos e terapia

Histórico de Conteúdo