Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

BP Investimentos alerta sobre prevenção e reserva de emergência no Outubro Rosa
Foto: Divulgação

A pandemia reduziu pela metade a realização de mamografias, exame radiológico de alta resolução que fornece imagens detalhadas capazes de identificar precocemente o câncer de mama, antes mesmo que a mulher tenha sintomas. O dado é da Inteligência em Pesquisa e Consultoria (Ipec), que também aponta que além da redução de cerca de 50% nas mamografias, houve queda de 39% das biópsias e 16% nas cirurgias eletivas no Brasil. De olho nos dados alarmantes, a BP Investimentos intensificou as atividades de conscientização com seu público, e além da prevenção, o escritório alerta para a importância da reserva de emergência em casos de diagnóstico do câncer de mama. 

 

Diana Gomes, sócia da BP Investimentos, destaca que além da prevenção, é preciso pensar nas mulheres que tiveram diagnóstico do câncer de mama que necessitam de um aparato emocional e financeiro para custear o tratamento, no caso daquelas que podem optar por não fazer tratamento pelo SUS. “Antes de tudo precisamos investir em prevenção, a mamografia anual deve ser feita a partir dos 40 anos de idade. Se olharmos do âmbito financeiro, chegamos à conclusão que precisamos estar preparadas para adversidades como essa e ter uma reserva de emergência. Para aquelas que podem optar pelo tratamento particular, sabemos que todo o processo do tratamento do câncer de mama é extremamente caro, e nessas horas, não só um bom plano de saúde faz toda a diferença, mas também uma reserva de emergência ajuda muito, trazendo mais conforto e força para que a mulher que precisa de segurança em todos os sentidos nesse momento possa iniciar a luta e vencer a batalha pela vida”, afirma.   

 

A médica oncologista Dra. Rita de Cassia Oliveira, cliente BP Investimentos, traz outros alertas importantes. Ela sinaliza que a prevenção do câncer de mama não é totalmente possível, existem os fatores genéticos, mas acrescenta que mais de 30 % dos casos de câncer de mama podem ser evitados a partir de hábitos saudáveis, como realizar pelo menos de 150 a 300 minutos por semana de atividades físicas de intensidade moderada, evitar exposição a raio x, ter alimentação saudável, manter o peso corporal adequado, evitar obesidade, evitar consumo de bebidas alcoólicas, amamentar, evitar tabagismo, fazer exames de rotina.

 

A oncologista também afirma que as mulheres precisam ficar atentas aos sinais. “A presença de um nódulo na mama, alteração da pele e retração de mamilo, devem sempre ser investigadas. A medicina está bem avançada para o tratamento do câncer de mama, e o resultado do tratamento vai depender basicamente da fase em que o câncer foi diagnosticado”, finaliza.

Histórico de Conteúdo