Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Anvisa pede expulsão de jogadores argentinos que deram informações sanitárias falsas
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Quatro jogadores da seleção da Argentina fizeram declarações sanitárias falsas no formulário de entrada no Brasil. A informação foi divulgada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) neste domingo (5).

 

Reino Unido, África do Sul, Irlanda do Norte e Índia são os países com restrição e viajantes que estiveram nos locais nos últimos 14 dias estão proibidos de entrar no Brasil. De acordo com publicação do G1, os quatro argentinos jogam em clubes ingleses (Emiliano Martínez no Aston Villa, e Cristian Romero e Lo Celso, no Tottenham).

 

Segundo a Anvisa, os jogadores em questão declararam não ter passagem por nenhum dos quatro países com restrições nos últimos 14 dias. Os viajantes chegaram ao Brasil em voo de Caracas/Venezuela com destino a Guarulhos. Porém, notícias não oficiais chegaram à Anvisa dando conta de supostas declarações falsas prestadas por tais viajantes.

 

Em nota, a agência disse que diante da confirmação de que as informações prestadas pelos viajantes eram falsas, comunicou o fato à Polícia Federal para que "as providências no âmbito da autoridade policial sejam adotadas imediatamente".

 

A Anvisa considera, ainda, a situação com risco sanitário grave, e por isso orientou às autoridades em saúde locais a determinarem a imediata quarentena dos jogadores, que estão impedidos de participar de qualquer atividade e devem ser impedidos de permanecer em território brasileiro, nos termos do art. 11, da Lei Federal nº 6437/77.

 

Brasil e Argentina se enfrentam na Neo Química Arena, em São Paulo, pelas eliminatórias da Copa do Mundo.

Histórico de Conteúdo