Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bahia e mais 3 estados contribuem para 'cova rasa das estatísticas' sobre mortes violentas
Fórum usa informações da Saúde | Foto: Jade Coelho/Bahia Notícias

A Bahia está entre os estados apontados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública que contribuíram com a piora na qualidade dos dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade do Ministério da Saúde (SIM/MS).

 

A subnotificação ou registros com informações incompletas e insuficientes no estado, segundo o Fórum, ajudam a ocultar parte dos homicídios que param na “cova rasa das estatísticas”.

 

Diferente do Anuário Brasileiro da Segurança Pública, também elaborado pelo Fórum, o Atlas da Violência, divulgado nesta terça-feira (31), se baseia nos dados SIM/MS e das denúncias recebidas pelo Disque 100.

 

Entre os dados que registram “a pior qualidade” estão os altos índices de registros de óbitos como morte violenta por causa indeterminada (MVCI).

 

O documento aponta que esse não é um problema generalizado no país, mas afeta sobremaneira a qualidade dos dados em alguns estados, principalmente no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Ceará e na Bahia.

Histórico de Conteúdo