Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

PNI vai discutir inclusão de adolescentes na vacinação contra Covid-19, sinaliza Queiroga
Foto: Jefferson Peixoto/Secom

A vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos contra a Covid-19 entrará na pauta da próxima reunião do Programa Nacional de Imunização (PNI), de acordo com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Segundo reportagem do Correio Braziliense, ele, no entanto, se absteve de dar mais detalhes sobre o encontro.

 

A inclusão dos adolescentes entre 12 e 18 anos foi cobrada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, que determinou que a pasta avalie a possibilidade.

 

O Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação não prevê a imunização desse público. Apesar disso, alguns estados e cidades já anunciaram a inclusão de adolescentes de 12 a 17 anos entre os elegíveis para vacina contra a Covid-19.

 

Conforme a reportagem, Queiroga argumentou que ainda não há estudos concretos sobre a vacinação desses jovens para que estados e municípios adotem a medida. “Não há uma evidência sólida em relação à vacinação em adolescentes, mas isso é alvo de discussão do PNI e esse tema será debatido na próxima reunião do programa. Se (o grupo) for incluído, essa decisão deve ser capilarizada para o Brasil inteiro”, disse o ministro.

 

Até o momento, somente a vacina da Pfizer está autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicação em crianças e adolescentes acima de 12 anos no Brasil.

Histórico de Conteúdo