Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 18 de Fevereiro de 2021 - 18:20

Hospitais privados em Salvador relatam altos índices de ocupação de leitos Covid-19

por Matheus Caldas

Hospitais privados em Salvador relatam altos índices de ocupação de leitos Covid-19
Foto: Paula Fróes / GOVBA

Os índices expressivos de ocupação de leitos para tratamento de Covid-19 no sistema público de saúde em Salvador também vêm sendo apresentados nas unidades hospitalares particulares. 

 

Este é um aviso feito pelo presidente da Associação de Hospitais e Serviços de Saúde do Estado da Bahia (Ahseb), Mauro Duran Adan. Segundo ele, apesar de não ter como precisar a porcentagem de ocupação no momento, as unidades vêm registrando alta nas internações com pessoas infectadas pelo novo coronavírus e por outras doenças.

 

“Os hospitais realmente estão cheios. Estão cheios de quê? Só de Covid? Não. Estão cheios de muitos pacientes com Covid, porque está crescendo, é notório, mas também de outras patologias. Lá atrás, no ano passado, os pacientes de outras patologias estavam sumidos, e as doenças se agravaram muito”, afirmou, em entrevista ao Bahia Notícias.

 

Adan indicou, no entanto, que, apesar do número alarmante, há leitos disponíveis. “Está alta, mas tem leito”, resumiu, rechaçando informações obtidas através de fontes confiáveis do Bahia Notícias, que apontam que o setor privado não dispõe de leitos Covid-19 vagos.

 

Ainda de acordo com o dirigente, no momento os hospitais privados da capital estão adotando a estratégia de distensionamento do sistema de tratamento para o coronavírus. “Quando se tem leitos não Covid e o leito Covid começa a pressionar, existe uma tendência do hospital em transformá-los em leitos Covid para distensionar um pouco a taxa. Este é um movimento que, neste momento, os hospitais fazem. Estão abrindo e disponibilizando mais leitos. Mas é claro que isso tudo tem um limite. A população precisa seguir as recomendações das autoridades sanitárias”, concluiu.

 

Pela manhã, Salvador já apresentava ocupação acima de 90% dos leitos em algumas das unidades públicas de atendimento ao coronavírus, de acordo com dados disponibilizados pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) (leia mais aqui).


Conforme levantamento divulgado no final da tarde desta quinta-feira (18) pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), na capital há ocupação total de 79% dos leitos de tratamento para Covid-19 atendidos pelo SUS - isto inclui leitos clínicos e de UTI pediátrico e adulto.

Histórico de Conteúdo