Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sesab acusa Ministério da Saúde de erro em informação sobre estoque de seringas
Foto: Leitor BN

A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) acusa o Ministério da Saúde (MS) de divulgar informações erradas em relação aos estoques de seringas e agulhas em nos estados brasileiros. Uma nota foi divulgada pela pasta nesta quinta-feira (14). 

 

De acordo com a Sesab, o documento elaborado pelo Ministério e endereçado ao ministro Ricardo Lewandowski cita apenas 232 mil seringas na Bahia. "No entanto, este quantitativo refere-se a seringa que vem da Índia com trava, 0,05 ml, acompanhando a vacina BCG", justificou a Sesab.

 

"Diferente do informado, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) possui 10,2 milhões de seringas e agulhas em estoque para a vacinação contra o coronavírus (Covid-19). Adicionalmente, foram adquiridas 19,8 milhões de seringas e agulhas, com a entrega de 4 milhões nos próximos 15 dias, 4 milhões em fevereiro e o restante nos meses de abril, maio e junho", informou a pasta da Bahia.

 

A nota emitida pela secretaria ainda destaca que a Bahia e demais estados afetados pela informação equivocada do Ministério da Saúde aguardam uma retificação sobre o assunto ainda nesta quinta-feira (14).

Histórico de Conteúdo