Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Anvisa diz que Brasil ainda não recebeu pedidos de uso emergencial de vacina contra a Covid
Foto: Rodrigo Maia/ Câmara dos Deputados

Em meio à pressão para que autorize a aplicação de vacinas contra a Covid-19 que já tenham sido aprovadas por órgãos regulatórios de outros países, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ressaltou que ainda não há solicitação para uso de nenhum imunizante no Brasil. A declaração foi feita pelo gerente de medicamentos da agência, Gustavo Mendes, a Globonews.

 

"Não temos nenhum pedido de autorização emergencial de nenhuma empresa até o momento. Então, não há como a Anvisa se posicionar quanto a isso ou dar uma autorização para uma vacina que não a solicitou. E essa é uma demanda que é feita pelas próprias empresas", esclareceu Mendes, em entrevista realizada na manhã deste sábado (12).

 

Na ocasião, ele frisou que a autorização nos Estados Unidos, por exemplo, não se sobrepõe às decisões da Anvisa. Os desenvolvedores das vacinas precisam da autorização de cada país para aplicá-la nas respectivas populações.

 

"Outra questão que perguntam muito para a gente é: "Autorizou lá nos Estados Unidos, seria uma autorização automática aqui pela Anvisa?". Um ponto que é muito importante esclarecer é que existem questões que a Anvisa precisa avaliar e que são cruciais", ressaltou.

 

Além disso, o gerente afirmou que a Anvisa já se estruturou para não ter que esperar pelo registro completo de uma vacina antes de disponibilizá-la para a população. Segundo ele, "é claro" que o órgão vai levar em consideração o que já foi feito em outros países para evitar retrabalho e focar nos pontos críticos que são específicos para o Brasil.

Histórico de Conteúdo