Estado da pandemia e isolamento na Bahia são considerados 'críticos' por especialistas
Foto: Glauber Guerra/Bahia Notícias

Métricas usadas pelo Comitê Científico do Consórcio Nordeste classificam o estado da pandemia da Bahia como "situação crítica". Os especialistas que formam o grupo usam dados para elaborar uma Matriz de Risco do C4. São considerados três grupos de parâmetros utilizados: C1= tensão do sistema hospitalar; C2 = estado da pandemia; e C3 = nível de isolamento social. Os resultados apresentados no boletim divulgado nesta sexta-feira (3) levou em conta dados da semana de 22 a 26 de junho.

 

A Matriz de Risco do C4 utiliza um código de cores para avaliar a situação de cada um destes grupos de parâmetros. A cor verde representa relaxamento possível, amarelo é estado de alerta, e vermelho indica situação crítica passível da adoção de medidas drásticas como lockdown.

 

Em relação à tensão do sistema de saúde, a Bahia, Piauí e a Paraíba foram classificadas na faixa amarela, de alerta. Enquanto os estados restantes foram colocados como faixa vermelha, de situação crítica.

 

No grupo C2, que mede o estado da pandemia, apenas o estado do Maranhão, foi lassificado com a cor amarela, enquanto todos os outros oito estados se encontravam na zona vermelha. 

 

Já no grupo C3, que considera nível de isolamento social, todo o Nordeste se encontra na faixa vermelha, "devido à queda vertiginosa dos níveis de isolamento social", justifica o Comitê.

Histórico de Conteúdo