Teich reclama de 'politização' e 'polarização' de questões que envolvem isolamento
Foto: Júlio Nascimento/PR

Na avaliação do ministro da Saúde, Nelson Teich, está acontecendo uma “polarização” e “politização” das questões envolvendo a pandemia do novo coronavírus e o isolamento social. Durante coletiva no Palácio do Planalto nesta quinta-feira (30) o titular da Saúde reclamou de estar havendo “muito mais discussão política do que social” no que se refere à flexibilização ou não do isolamento.

 

Teich fez questão de dizer e repetir que “ninguém está pensando em relaxamento”. “Estamos pensando em diretrizes para flexibilizar”, diferenciou. O ministro ressaltou que uma série de pontos estão sendo analisados e riscos que estão sendo avaliados para formar as diretrizes de flexibilização do isolamento. Ele também fez questão de lembrar que estados e municípios têm autonomia quando às medidas de isolamento.

 

O ministro também defendeu a necessidade de “olhar o que [as medidas] representam para sociedade”. “Se ficar polarizando se isso é bom ou ruim não vai levar a nada”, constatou.

 

Ele ainda ressaltou que “tudo que esta sendo feito não é de forma irresponsável”, e que “até os que flexibilizam” tem feito isso de forma prudente. “Não é fazer o que quiser e deixar todo mundo para a rua”. Por fim ele pregou que todas as medidas sejam analisadas de forma tranquila e equilibrada.

Histórico de Conteúdo