Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Atividade física previne problemas vasculares em crianças nascidas com baixo peso
Foto: Divulgação

Crianças nascidas após 37ª semana de gestação com menos de 2,5 kg têm uma maior probabilidade de desenvolver doenças vasculares na vida adulta, mas pesquisadores descobriram que a realização de exercícios físicos durante a infância podem diminuir o risco. 


De acordo com informações de Chloé Pinheiro / Agência FAPESP, o estudo com a descoberta foi publicado no Nutrition, Metabolism & Cardiovascular Diseases. A pesquisa foi aplicada com 35 crianças entre 6 e 11 anos de idade, divididas em dois grupos: nascidas com peso menor do que 2,5 kg e maior ou igual a 3 kg. Todas elas foram submetidas a um programa de treinamento de 10 semanas, que incluía sessões semanais de 45 minutos de atividades físicas lúdicas com intensidade de moderada a vigorosa.


Ao final, os pesquisadores notaram uma melhora significativa na circunferência da cintura e na aptidão cardiorrespiratória de todos os participantes. Além disso, nas crianças que nasceram com baixo peso foi possível perceber ainda a melhora na pressão arterial, assim como nos níveis circulantes e na funcionalidade das células progenitoras endoteliais. “As células progenitoras endoteliais são produzidas pela medula óssea e estão envolvidas em diversos processos vasculares, incluindo a formação de novos vasos sanguíneos e o reparo dos já existentes. São, portanto, importantes para a manutenção da saúde cardiovascular”, explicou a coordenadora Maria do Carmo Pinho Franco, da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM-Unifesp).

Histórico de Conteúdo