Brasileiros que estudam em Wuhan terão aulas online durante quarentena em Anápolis
Foto: Sílvio Túlio/G1

Alguns brasileiros que estão de quarentena em Anápolis, interior de Goiás, e estavam estudando em Wuhan - epicentro do coronavírus - já pensam nas aulas que serão retomadas nas próximas semanas. Como ainda não podem retornar ao país asiático, eles terão aulas online para não atrasar o ano letivo, uma vez que há a orientação para as pessoas evitarem sair de casa por causa do risco de contágio. 

 

"Algumas universidades vão dar aulas online. Conversei com meu orientador do mestrado e ele disse que eu posso ir revisando a bibliografia e escrevendo à distância. A gente vai se comunicando", explicou Alefy Medeiros Rodrigues, de 26 anos, estudante de mestrado em recursos humanos, segundo o G1. 

Alefy está em quarentena em Anápolis | Foto: Reprodução / Instagram

 

Segundo ele, a medida foi tomada por algumas instituições após as orientações do governo de que as pessoas deveriam se isolar e não circular pela cidade. 

 

"As aulas online são uma coisa totalmente nova, porque a maioria de nós foi à China para estudar presencialmente. Quando falaram das aulas online a galera estranhou, mas é porque não tinha como sair de casa", salientou. 

 

Ainda de acordo com Rodrigues, ainda não foi passado como tudo irá funcionar: "Não sei ainda como vai ser. Se vão dar mesmo a aula, se vamos discutir as diretrizes e cada um vai estudar por conta própria”. 

 

Alefy ainda afirmou que considera a medida eficiente, mas salientou o desejo de retornar a China e se formar no exterior.

 

"Com certeza eu quero voltar para a China, terminar o que eu comecei, retomar os contatos, rever meus amigos, finalizar meu curso. Completar mais essa etapa", concluiu. 

Histórico de Conteúdo