Mais Médicos: 140 municípios baianos são contemplados por 'índices de vulnerabilidade'
Foto: Reprodução / EBC

Cerca de 140 municípios baianos estão entre as 790 cidades brasileiros listadas com altos índices de vulnerabilidade pelo Ministério da Saúde e contempladas pelo novo edital do programa Mais Médicos, publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (13).

 

Segundo a pasta, serão oferecidas cerca de 2 mil vagas para os profissionais do Mais Médicos atenderem as populações de áreas historicamente com maiores dificuldades de acesso, a exemplo das ribeirinhas, fluviais, quilombolas e indígenas,  e que dependem do atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). Os médicos devem começar a atuar na Atenção Primária desses municípios a partir de junho.

 

As cidades da Bahia que serão contempladas foram classificadas como "Extrema pobreza" e "Áreas Vulneráveis". Esta nova etapa corresponde ao 18º Ciclo do programa, que, nesta primeira fase, vai priorizar a participação de médicos formados e habilitados, com registro em qualquer Conselho Regional de Medicina do Brasil.

 

O Ministério da Saúde informou que, a fim de garantir a imparcialidade na escolha dos médicos com CRM Brasil, a pasta estabeleceu critérios de classificação, como títulos de Especialista e/ou Residência Médica em Medicina da Família e Comunidade. A medida visa também garantir profissionais qualificados, preferencialmente com perfil de atendimento para a Atenção Primária.

Histórico de Conteúdo