Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Dormir pelado pode prevenir diabetes, melhorar humor e ajudar a emagrecer, diz especialista
Foto: Think Stock
Uma pesquisa do National Sleep Survey apontou que menos de 1 em cada 10 norte-americanos dormem nus. Para a médica Natasha Turner, isso é um desperdício, já que a prática teria vários benefícios incríveis e cientificamente provados. Em seu livro “The Hormone Diet” (A dieta do hormônio, em tradução livre), a neuropata afirma que dormir sem roupas pode ajudar as pessoas a terem bom humor, menos barriga e até mais sexo. Veja abaixo cinco motivos para aderir à prática:
 
Melhora o desempenho atlético e envelhece mais tarde
Muitas pessoas gostam de se sentir aconchegantes na hora de dormir. Mas se o seu ambiente de sono estiver quente demais, isso impede o resfriamento natural que acontece enquanto dormirmos. Se o corpo ficar quente demais (acima dos 21ºC), a temperatura irá interromper a liberação de melatonina e do hormônio do crescimento. Num estudo publicado no jornal “Sleep”, pesquisadores mostraram que você pode conseguir doses seguras e legais de hormônio do crescimento — e até melhorar seu desempenho atlético — se apenas mergulhar nos lençóis para aquele sono profundo.
 
Previne diabetes, problemas cardíacos e mantém a disposição do corpo
Ao impedir a liberação do hormônio do crescimento, você também não irá queimar gordura enquanto dorme, ou se beneficiar de uma noite de reparação para seus ossos, pele e músculos. Indivíduos que dormem menos de seis horas por noite são mais propensos a desenvolver diabetes e problemas do coração, de acordo com pesquisadores da Universidade de Warwick. Se você não dormir o suficiente, seus níveis de cortisol e hormônio da fome disparam, gerando um aumento na insulina. Além disso, os hormônios responsáveis pela queima de gordura e controle do apetite despencam.
 
Ajuda o corpo a descansar profundamente e por mais tempo
Pesquisas revelam que certas formas de insônia estão associadas a uma regulação deficiente da temperatura corporal e à incapacidade de resfriamento à noite — o que impede o estágio mais profundo do sono. Em um experimento realizado na Holanda, cientistas vestiram os participantes com roupas térmicas para reduzir a temperatura corporal em menos de um grau Celsius, sem afetar a temperatura corporal central do corpo. O resultado? As pessoas não despertavam tanto durante a noite, e a porcentagem de sono nos estágios 3 e 4 (sono profundo) aumentou.
 
Diminui gordura localizada na barriga
Conforme seu corpo esfria e os hormônios do crescimento aumentam, o nível de cortisol também irá diminuir com padrões de sono saudáveis. Em noites que você não dormiu o bastante, você irá acordar com um nível de cortisol acima do normal. E isso vai disparar seu apetite — especialmente para comidas rápidas e confortáveis — e a sua tendência é comer demais, ficar ansioso, e colaborar para aquela gordura localizada na barriga (mesmo para pessoas magras).
 
Estimula o sexo
Se você e o seu parceiro dormem pelados, vocês já devem colher os benefícios dos hormônios que nos fazem sentir bem. O toque da pele com a pele é tudo o que você precisa para ativá-los. Além de estar envolvida no orgasmo e na resposta sexual, a ocitocina é capaz de combater o estresse e a depressão, o que elimina os efeitos nocivos do cortisol e reduz a pressão sanguínea. O hormônio também melhora a mobilidade intestinal, evitando inflamações. Finalmente, não há nada mais excitante para um casal do que ir para debaixo do edredom pelados — e os orgasmos continuam sendo os melhores soníferos naturais.


Histórico de Conteúdo