Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Viver Bem: Especialista explica a importância da amamentação para bebês e mães
Foto: PublicDomainPictures

O Agosto Dourado é um importante mês dedicado à luta pelo incentivo à amamentação. A cor dourada foi escolhida para simbolizar o leite materno, que é considerado um alimento padrão ouro para bebês e crianças. A campanha, criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) juntamente com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), existe há quase 30 anos. 

 

De acordo com a coordenadora de enfermagem do programa Nascer Bem, do Sistema Hapvida, Daniela Toneli, o mês é de suma importância para a mobilização de incentivo e apoio para o leite materno, pois além de nutrir o bebê, o alimento ouro promove imunidade, assim como ajuda no desenvolvimento cognitivo da criança. Já para as mamães, amamentar diariamente ajuda o útero a voltar ao tamanho normal de forma mais rápida, auxilia na perda de peso e evita câncer de ovários e mamas. 

 

“A falta do leite materno pode comprometer a imunidade da criança ao longo da sua vida, como também o desenvolvimento neuronal, pois, a partir do momento em que o bebê é amamentado, ele tem chance de produzir mais conexões neuronais. Além disso, o pequeno (a) que é amamentado no seio desenvolve um controle de saciedade que faz com que também se reduza a chance de, quando adulto, desenvolver a obesidade”, afirma Toneli. 

 

Em relação ao desenvolvimento das crianças, que, por algum motivo, não puderam ser amamentadas pela mãe, a especialista pontua que os bancos de leite fazem a captura do leite materno doados por outras mamães. O alimento passa por um processo de pasteurização e extrai o melhor dele para ajudar aqueles bebês. 

 

“Já em crianças que nascem prematuras, o leite da mãe será fortificado para suprir as necessidades nutricionais daquele bebê que, precocemente, precisaram sair do útero. O alimento potencializa nutrientes para ajudar no desenvolvimento da criança”, conta a especialista. 

 

Programa Nascer Bem 

De acordo com Toneli, no programa Nascer Bem, a amamentação é incentivada desde as primeiras consultas do pré-natal, onde toda a família é convidada a entender a importância de amamentar, principalmente, para definir quais os papéis dos parentes enquanto a mãe amamenta. “Durante o isolamento social, estamos realizando lives pelo Google Meet, onde são dadas dicas e orientações para todos”, finaliza.

Histórico de Conteúdo