Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 22 de Novembro de 2021 - 13:10

Novembro Azul: saúde masculina precisa de atenção

por Bianca Macedo

Novembro Azul: saúde masculina precisa de atenção
Foto: Acervo Pessoal

Novembro é o mês dedicado a conscientização sobre o aspecto da saúde masculina. Em sua fase inicial, o câncer de próstata, que atinge cerca de 66 mil brasileiros por ano, algo que representa 29,2% da população masculina brasileira, tem evolução silenciosa. Muitos pacientes não apresentam nenhum sintoma.

 

É importante que os homens saibam que é necessário adotar cuidados para garantir maior qualidade de vida e um envelhecimento mais saudável. Portanto, se cuidar sempre, ir mais ao médico e ficar atento a possíveis sintomas são algumas importantes ações de prevenção. Na maioria das vezes, o sintoma do câncer de próstata é não ter sintomas, por isso a importância dos exames de rastreamento.

 

O Novembro Azul não se resume ao câncer de próstata, o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. A campanha também tem como premissa o cuidado com os tumores de bexiga, o oitavo mais comum para os homens, com estimativa de 7.590 novos casos em 2021. E, claro, as pautas do mês também giram em torno de tumores de pênis, rim e testículos.

 

Ir ao urologista regularmente é o caminho para a detecção precoce. A recomendação médica é que se façam exames de PSA e toque retal a partir dos 50 anos. Para pessoas com parentes próximos que tiveram a doença mais jovens, os exames podem começar um pouco antes. Fica o alerta: cuidar da saúde também é coisa de homem. 

 

*Bianca Macedo é urologista do Itaigara Memorial

 

*Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do Bahia Notícias

Histórico de Conteúdo