Terça, 24 de Abril de 2018 - 12:00

Governo investiu R$ 23 mi na remuneração dos médicos na 1ª etapa do mutirão de cirurgias

por Renata Farias / Ailma Teixeira

Governo investiu R$ 23 mi na remuneração dos médicos na 1ª etapa do mutirão de cirurgias
Rui Costa e a primeira-dama Aline Peixoto | Foto: Renata Farias / Bahia Notícias

Em meio ao lançamento da segunda etapa do Mutirão de Cirurgias Eletivas, que acontece nesta terça-feira (24), o governador Rui Costa (PT) disse que a remuneração dos médicos teve custo de R$ 23 milhões na primeira etapa. O projeto será continuado a partir desta quarta (25), no município de Dias d'Ávila (veja aqui). "Esse programa se tornou necessário e ainda é pela concentração absurda e histórica de atendimentos e equipamentos hospitalares apenas na capital ou em poucas cidades da Bahia", defende o governador. A ideia para o mutirão surgiu da primeira-dama, Aline Peixoto, que reconheceu a alta demanda para cirurgia de vesícula nos hospitais. Rui disse ainda que "não tem nenhum Estado brasileiros com recursos aplicados na saúde" da forma como ocorre atualmente no governo baiano. Segundo ele, o modelo já vem sendo implantado em outros Estados, a exemplo de São Paulo.

Terça, 24 de Abril de 2018 - 10:30

Ipiaú: Vereadores acusam acúmulo de lixo hospitalar em postos; secretária rebate

por Francis Juliano

Ipiaú: Vereadores acusam acúmulo de lixo hospitalar em postos; secretária rebate
Foto: Leitor BN / WhatsApp

Vereadores de Ipiaú, no Médio Rio de Contas, sudoeste, acusam que postos de saúde do município estão sem fazer a coleta de lixo hospitalar há cerca de 90 dias. Os casos, segundo o edil Lucas do Social (MDB), foram vistos em pelo menos três unidades, como a de Valdomiro Barreto, Nestor Mesquita e Wanderley Farias, na sede do município. A queixa foi levada ao plenário da última sessão da Câmara de Vereadores, na quinta-feira (19). “Nós visitamos as unidades na quinta-feira e constatamos o problema, fizemos fotos. A secretária de saúde publicou uma nota, afirmando que vai ter licitação para resolver o caso, mas não sabemos como o lixo será descartado até que se resolva a questão”, disse Lucas em entrevista ao Bahia Notícias. Procurada pelo BN, a secretária de saúde do município, Meirinha Alves, disse que uma licitação, marcada para o dia 3 de maio, deve apontar a empresa responsável pela coleta. “Nós publicamos um ato de licitação e o processo está em andamento. O lixo está condicionado conforme a resolução para este tipo de lixo. Ele não está descartado em nenhum local  inadequado. A questão é que nós recebemos as unidades de saúde sem a chamada casinha de lixo”, disse ao BN. Meirinha Alves também negou que a falta de coleta já chegou a 90 dias. “Não procede”, rebateu. 

Terça, 24 de Abril de 2018 - 10:20

Dias d'Ávila recebe Mutirão de Cirurgias Eletivas a partir desta quarta

por Renata Farias / Ailma Teixeira

Dias d'Ávila recebe Mutirão de Cirurgias Eletivas a partir desta quarta
Foto: Renata Farias / Bahia Notícias

O município de Dias d'Ávila será o primeiro a receber a segunda etapa do Projeto Mutirão de Cirurgias Eletivas. A unidade móvel ficará estacionada na Praça Imbassay, em frente ao Batalhão da Polícia Militar (BPM), desta quarta (25) a sexta-feira (27). Pessoas que necessitarem de cirurgias para o aparelho ginecológico, hérnia, vesícula, tireoide, amígdala, adenoide e reconexão de intestino (saiba mais aqui), devem procurar a Secretaria Municipal de Saúde da sua cidade para se cadastrar na Fila Única do Governo do Estado e participar do projeto. "O mutirão segue um calendário que é divulgado previamente pra todas as regiões, de modo que os municípios possam pactuar e realizar exames pré-operatórios e preparar a população. Ressalta-se que essas cirurgias que nós faremos agora são de uma complexidade maior e precisam de exames mais refinados, inclusive, e dosagens hormonais", explica o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas. Após Dias d’Ávila, os próximos atendimentos serão nos municípios de Camaçari, Conde, Mata de São João, Pojuca e Simões Filho.

Terça, 24 de Abril de 2018 - 09:40

Reconstrução de intestino será contemplada na segunda etapa do Mutirão de Cirurgias Eletivas

por Renata Farias / Ailma Teixeira

Reconstrução de intestino será contemplada na segunda etapa do Mutirão de Cirurgias Eletivas
Foto: Renata Farias / Bahia Notícias

Com a ampliação dos procedimentos disponibilizados no Projeto Mutirão de Cirurgias Eletivas, os procedimentos executados terão uma complexidade maior. É o caso da cirurgia de reconexão dos intestinos, que vai atender crianças de 4 anos a 13 anos. "Nós temos milhares de pessoas em casa, há anos vivendo com bolsas de colostomia e que agora terão a oportunidade de ter o seu intestino refeito", ressalta o secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, no lançamento da segunda etapa do projeto, no Senai Cimatec, na manhã desta terça-feira (24). De acordo com o superintendente de atenção integral à saúde, Jassicon Queiroz, cerca de 300 crianças na Bahia precisam realizar esse procedimento. Além disso, o titular da Sesab explica que, com os 18 mil atendimentos realizados na primeira edição, se notou um "represamento muito grande de outros tipos de cirurgias". Diante dessa análise, a segunda etapa vai contemplar cirurgias de hérnia, vesícula, retirada de útero, mioma e outros procedimentos. "São doenças da tireoide, que não são relacionadas ao câncer. Nós temos milhares de pessoas aguardando em toda a Bahia, principalmente em Salvador, mas em toda a Bahia. Cirurgias de amígdalas, cirurgias de adenoide e que agora passarão a ser realizadas através do sistema de mutirão", pontua Vilas-Boas. O projeto, com início previsto para esta quarta (25), na cidade de Dias d’Ávila, abrange os 417 municípios da Bahia. (Atualizada às 10h)

Juazeiro: Bebê morre horas após nascer e família acusa negligência de maternidade
Foto: Reprodução / TV São Francisco

Um bebê veio a óbito horas depois de nascer em uma maternidade de Juazeiro, no Sertão do São Francisco. O fato ocorreu no último domingo. Conforme a TV São Francisco, os pais da criança acusam negligência no caso. Segundo José Emanuel de Jesus, pai do bebê, a mulher dele, Gildene, chegou na unidade de saúde na madrugada de domingo, sentindo contrações e muitas dores. Por volta das 11h, o bebê, chamado de Arthur, nasceu de parto normal. No entanto, com dificuldade de respirar, a criança foi dada como morta na noite do mesmo dia. José Emanuel disse que a orientação médica era para que a companheira fizesse o parto por cesárea, através de intervenção cirúrgica. A diretora do hospital, Fabíola Leite, disse que complicações na fase final do parto agravaram a saúde do bebê. Segundo ela, houve uma intercorrência na saída do bebê, o que resultou depois no óbito. 

Anvisa autoriza novos genéricos para tratamento de HIV e pressão alta
Foto: Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deu aval para a comercialização de quatro novos medicamentos genéricos. A autorização foi publicada na edição desta segunda-feira (23) do Diário Oficial da União (DOU). Um deles é o Entricitabina combinado com Fumarato de Tenofovir Desoproxila, produto usado para o tratamento de pessoas que contraíram o vírus HIV. O medicamento de referência é o Truvada, cujas indicações incluem a profilaxia pré-exposição (PReP), usada para reduzir o risco de infecção pelo vírus adquirido sexualmente em adultos de alto risco. No Brasil, a detentora do registro é a Blanver Farmoquímica e Farmacêutica S/A. Outro produto genérico inédito com registro aprovado pela Anvisa é o Perindopril Erbumina combinado com Indapamida, indicado para o tratamento da hipertensão arterial (pressão alta), que acomete uma a cada quatro pessoas adultas, segundo dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH). A empresa detentora do registro no país é a EMS S/A. Segundo a Agência Brasil, entre os produtos aprovados pela Anvisa, está também o genérico inédito Bilastina, indicado para o tratamento sintomático de rinoconjuntivite alérgica (intermitente ou persistente) e urticária. A empresa detentora do registro é a EMS S/A. A Anvisa ainda autorizou a venda do medicamento genérico Undecilato de Testosterona. Esse produto é usado em terapias de reposição de hormônio sexual em homens que apresentam hipogonadismo primário e secundário (doença que faz com que homens produzam pouca testosterona). A detentora do registro desse medicamento no Brasil é Eurofarma Laboratório S/A. Pela legislação brasileira, o medicamento genérico deve ser disponibilizado no mercado com um desconto de, pelo menos, 35% em relação ao preço máximo da tabela da Anvisa. Somente em 2016, foram comercializadas 1,46 bilhão de embalagens de genéricos no Brasil. Essa quantidade representou 32,4% de todas as vendas efetuadas no ano, de acordo com informações da segunda edição do Anuário Estatístico do Mercado Farmacêutico 2016, lançado do pela Anvisa em 2017.

INTS oferece exames oftalmológicos gratuitos na Arena Fonte Nova
Foto: Divulgação

O Instituto Nacional de Amparo à Pesquisa, Tecnologia e Inovação na Gestão Pública (INTS) oferece, nesta quinta-feira (26), atendimento oftalmológico gratuito para pessoas com idade acima de 30 anos. O Projeto De Olho na Saúde acontece, das 7h às 17h, na Arena Fonte Nova. Com vagas limitadas, a ação tem o objetivo de proporcionar orientação, prevenção e tratamento de doenças oculares. Os interessados devem apresentar RG, CPF, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e comprovante de residência.

Hospital Martagão Gesteira realiza III Jantar do Bem, com show de Mariene de Castro
Foto: Divulgação

O Hospital Martagão Gesteira realiza, no dia 6 de junho, a terceira edição do Jantar do Bem. O evento beneficente acontecerá no Convento do Carmo, com show de Mariene de Castro. Como nas edições anteriores, os recursos arrecadados serão revertidos para melhorias na unidade hospitalar. No jantar, será lançado um prato artístico em homenagem à artista plástica Eliana Kertész. O evento conta com apoio de Milton Martinelli e do restaurante Bottino. Os valores serão divulgados posteriormente.

Micareta de Feira: Clériston Andrade tem menor número de ocorrências dos últimos 4 anos
Foto: Divulgação

O Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) registrou uma redução de 19% no total de atendimentos durante a Micareta de Feira de Santana, em comparação ao ano passado. Foram registradas, neste ano, 2014 ocorrências: 87 acidentes automobilísticos (65 com motos), 69 atendimentos clínicos e 24 casos de violência (agressão, assaltos, espancamentos e vítimas de ferimentos com arma branca e de fogo). O número total de ocorrências foi o menor dos últimos quatro anos. Para o diretor-geral da unidade, José Carlos de Carvalho Pitangueira, os números demonstram que a festa foi mais tranquila se comparada a anos anteriores. "Estive todos os dias de plantão no hospital para acompanhar de perto as ocorrências e posso afirmar que a estatística de 2018 foi um diferencial no que diz respeito às ocorrências de violência durante a folia. Já não posso dizer o mesmo em relação aos acidentes de motos, o número continua elevado", afirmou. 

Vacina contra dengue só pode ser tomada por quem já teve doença, confirma OMS
Foto: Osnei Restio

A vacina contra dengue, vendida na rede privada na maior parte do Brasil, não deve ser tomada por pessoas que nunca tiveram a doença. A informação foi confirmada na última quinta-feira (19) pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A entidade recomenda, segundo o G1, a realização de um teste antes da aplicação do imunizante. O Dengvaxia é fabricado pelo laboratório francês Sanofi Pasteur e é a primeira vacina do mundo licenciada contra a dengue. "Agora temos informações mais claras de que a vacina precisa ser tratada de forma mais segura, sendo aplicada exclusivamente em pessoas já infectadas", disse Alejandro Cravioto, presidente do Grupo de Especialistas em Aconselhamento Estratégico da OMS (SAGE), durante um encontro em Genebra, Suíça. Em novembro de 2017, a própria fabricante realizou análises e chegou à conclusão de que a vacina poderia aumentar o risco de dengue grave em pessoas que nunca foram expostas à doença. O Ministério da Saúde afirmou que o Comitê Técnico Assessor de Imunizações (CTAI) recomendou a não introdução da vacina para dengue produzida pela Sanofi no Sistema Único de Saúde (SUS) até a finalização dos estudos de custo-efetividade.

STJ permite produção de genéricos de um dos remédios mais caros do mundo
Foto: Getty Images

Decisão da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) abriu a possibilidade para produção de genéricos do medicamento Soliris (eculizumab), o único disponível para o tratamento de uma doença rara que afeta o sistema sanguíneo e é um dos remédios mais caros do mundo. A decisão unânime, a pedido da Advocacia-Geral da União (AGU), tornou pública a patente do produto. O Soliris não é vendido em farmácias e só pode ser obtido por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a Agência Brasil, a AGU informou que a unidade do medicamento custava R$ 21,7 mil em meados do ano passado. Em nota, o Ministério da Saúde esclareceu que "o medicamento eculizumab não faz parte da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais ao SUS (Rename), sendo ofertado apenas por meio de demandas judiciais para atender casos específicos". Ainda assim, em 2017, o medicamento custou R$ 644,4 milhões ao SUS para o tratamento de cerca de 400 pessoas diagnosticadas com hemoglobinúria paroxística noturna (HPN) e respondeu pelo maior gasto entre os 10 remédios judicializados do Ministério da Saúde. No STJ, a Advocacia da União sustentou que patentes de medicamentos e de produtos químicos registradas entre janeiro de 1995 e maio de 1996, entre os quais o Soliris, já estão expiradas, abrindo possibilidade para a concorrência de genéricos. O período é relativo ao intervalo entre a assinatura, pelo Brasil, do acordo internacional de proteção à propriedade intelectual (Trips, na sigla em inglês), e o início da vigência da Lei 9.279, que trata de propriedade intelectual. Além disso, a AGU argumentou que a análise do caso deveria levar em conta a saúde pública, exemplificando com casos de pacientes que chegaram a custar R$ 1,5 milhão em um ano na compra do remédio para evitar os sintomas da doença, que destrói os glóbulos vermelhos do sangue e causa anemia, fadiga, dificuldade de funcionamento de diversos órgãos, dores crônicas, urina escura, falta de ar e coágulos sanguíneos. Também em nota, o Ministério de Saúde destacou que, recentemente, o medicamento conseguiu registro de comercialização no país junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e precificação na Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed). "O produto poderá ser vendido para o governo federal ao valor máximo de R$ 11.942,60, conforme menor preço internacional apurado. De acordo com dados do Comprasnet, que contém informações de compras feitas pelo Ministério da Saúde desde 2009, se já tivesse sido o preço-teto estabelecido nos últimos anos, teria gerado uma economia de quase R$ 300 milhões por ano", estimou a pasta. Por outro lado, a farmacêutica Alexion divulgou nota na qual informa que o valor máximo para vendas ao governo aprovado pela Cmed para o Soliris, em outubro do ano passado, foi de R$ 13.899,35 por unidade/frasco. A empresa também nega que a patente do Soliris tenha sido quebrada pelo STJ. Segundo a Alexion, nenhuma quebra de patente do medicamento foi solicitada ou concedida no Brasil.

Segunda, 23 de Abril de 2018 - 11:10

Despesas com saúde e cuidados pessoais exerceram maior pressão no IPCA-15 de abril

por Daniela Amorim | Estadão Conteúdo

Despesas com saúde e cuidados pessoais exerceram maior pressão no IPCA-15 de abril
Foto: Shutterstock

O aumento nas despesas das famílias com saúde e cuidados pessoais exerceu a maior pressão sobre a taxa do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) em abril, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O grupo Saúde e cuidados pessoais teve uma elevação de 0,69% nos preços em abril, uma contribuição de 0,08 ponto porcentual para a taxa de 0,21% do IPCA-15 no mês. Houve aumentos nos itens plano de saúde (1,06%) e remédios (0,63%), refletindo parte do reajuste anual entre 2,09% e 2,84% conforme o tipo do medicamento, em vigor desde 31 de março.

Segunda, 23 de Abril de 2018 - 10:41

Esposa de Léo Prates é nomeada Diretora Geral da Secretaria Municipal de Saúde

por Júlia Vigné / João Brandão

Esposa de Léo Prates é nomeada Diretora Geral da Secretaria Municipal de Saúde
Foto: Reprodução / Facebook Leo Prates

A esposa de Léo Prates (DEM-BA), presidente da Câmara dos Vereadores de Salvador, Ana Paula Pitanga Barbuda Prates, foi nomeada para o cargo de diretora geral III da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Ana Paula já era sanitarista da pasta desde junho de 2014 e recebe R$ 22.175,82 pelo cargo.

Vacinação contra gripe começa nesta segunda em postos de saúde de todo o país
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil

Começa nesta segunda-feira (23) a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. O imunizante estará disponível em postos de saúde de todo o país, até 1º de junho, para idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional. Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem receber a dose. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. Já os pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos de saúde em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica. O Ministério da Saúde adquiriu 60 milhões de doses da vacina que estão sendo entregues em etapas aos estados. "É importante reforçar que adquirimos vacina disponível para todas as pessoas que fazem parte do público-alvo. No ano passado não faltou vacina e, neste ano, também não faltará. Nosso objetivo é vacinar 100% desta população", afirmou o ministro da Saúde, Gilberto Occhi. No dia 12 de maio, quando ocorre a mobilização nacional, estarão abertos 65 mil postos de vacinação, sendo 37 mil de rotina e 28 mil volantes, com envolvimento de 240 mil pessoas. Também estarão disponíveis, para a mobilização, 27 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.

Cientistas brasileiros testam combinação de vacinas com resultado duradouro contra câncer
Foto: Shutterstock

Uma combinação de vacinas contra o câncer tem apresentado resultados duradouros no combate à doença em camundongos. Desenvolvida por pesquisadores do Laboratório Nacional de Biociências (LNBio), do Centro Nacional de Pesquisa em Energia de Materiais (CNPEM), em Campinas (SP), a vacina tem o objetivo de estimular o sistema imune contra células tumorais que antes passavam desapercebidas. Uma vez detectadas, o próprio corpo passa a combatê-las. Esse tipo de estratégia já é conhecida e descrita na literatura médica. O que os pesquisadores brasileiros fizeram foi combinar diversas vacinas e observaram resultados promissores. "Nós combinamos vacinas diferentes que fizemos no nosso laboratório, de modo a verificar a sinergia entre elas. Observamos que algumas combinações, além de muito efetivas para eliminar completamente o câncer, também conseguiram prevenir, evitar que os animais testados desenvolvessem um novo câncer", afirmou o coordenador da pesquisa, Marcio Chaim Bajgelman, à Agência Brasil. De acordo com ele, os camundongos que receberam a vacina conseguiram combater as células cancerígenas iniciais, mantiveram uma "memória" sobre elas e as eliminaram quando infectadas pela segunda vez. "Administramos novamente células de câncer e verificamos que houve uma proteção duradoura. Essas células não conseguiram se desenvolver e os animais eliminaram a primeira e a segunda levas de células tumorais", explicou. Segundo o pesquisador, os pacientes com câncer, em muitos casos, apresentam recidiva – a volta da doença após o tratamento inicial. Muitas vezes o câncer volta mais forte e o medicamento usado inicialmente não surte efeito. "No nosso caso, verificamos a possibilidade de induzir uma resposta duradora que poderia prevenir essa recidiva", afirmou. Apesar dos bons resultados em roedores, ainda não foi observado o desempenho esperado nos ensaios com humanos.

Paulo Afonso: Rui autoriza início imediato de construção Policlínica Regional de Saúde
Foto: Divulgação

O governador Rui Costa autorizou, nesta sexta-feira (20), o início imediato das obras de construção da Policlínica Regional de Saúde que atenderá a região de Paulo Afonso, no Vale São-Franciscano da Bahia. Com um investimento de R$ 22 milhões, está prevista a execução dos trabalhos, a compra de equipamentos e mobiliário e também a aquisição de micro-ônibus para o transporte de pacientes residentes nos outros municípios do consórcio público de saúde, que inclui, Abaré, Chorrochó, Glória, Jeremoabo, Macururé, Paulo Afonso, Rodelas, Santa Brígida e Pedro Alexandre. A policlínica terá salas de atendimento ambulatorial, apoio diagnóstico e terapia (raio x, ultrassonografia, tomografia, mamografia, ressonância magnética, endoscopia, ergometria, eletrocardiograma, ecocardiograma, eletroencefalograma), sala para tratamento de diabéticos e coletas laboratoriais, além de sala para procedimentos ambulatoriais, apoio técnico e logístico. Na ocasião, o governador autorizou também o convênio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) com a prefeitura de Paulo Afonso, no valor de R$ 2,9 milhões, para a implantação de dez leitos de Terapia Intensiva (UTI) no hospital municipal.

Vacinação contra gripe começa segunda, prioridade é para idosos e crianças
Imagem: Reprodução

Começa na segunda-feira (23) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que vai seguir até o dia 1º de junho nos 126 postos da rede básica do município. A meta da campanha é imunizar pelo menos 90% das mais de 690 mil pessoas do público-alvo. A vacina será disponibilizada para o público mais vulnerável às complicações da doença. A prioridade vai para os idosos (pessoas a partir de 60 anos), crianças de 6 a 5 anos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias), trabalhadores de saúde do setor público e privado, jovens de 12 a 21 anos, professores, portadores de deficiências crônicas e a população carcerária que reside em Salvador. As demais pessoas que quiserem se vacinar devem procurar a rede privada. De acordo com o site do jornal Correio, em 2018, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) registrou 36 casos de influenza H1N1. Até o momento, oito pessoas morreram em decorrência de complicações da doença. “Estamos com nossas equipes operacionais prontas para atender a população-alvo a partir de segunda-feira nas 126 salas de imunização da rede. É importante ressaltar que uma das medidas mais eficazes de prevenção da doença é a vacina, podendo reduzir em até 45% o número de hospitalizações por pneumonias e até 75% a mortalidade global por complicações da influenza”, diz Doiane Lemos, subcoordenadora de Controle de Doenças Imunopreveníveis de Salvador.

Sábado, 21 de Abril de 2018 - 10:00

Redução de peso pode evitar 15 mil casos de câncer por ano no País

por Hyndara Freitas e Paula Felix | Estadão Conteúdo

Redução de peso pode evitar 15 mil casos de câncer por ano no País
Foto: Reprodução / Pixabay

A redução de peso poderia evitar ao menos 15 mil casos de câncer por ano no Brasil. Esta foi a constatação de um estudo realizado pelo Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) com colaboração da Universidade de Harvard. A pesquisa mostrou ainda que, até 2025, casos da doença ligados à obesidade e ao sobrepeso devem chegar perto do dobro, totalizando 29 mil ocorrências. "Nós nos baseamos em diversas bases de dados. Primeiramente, na pesquisa de renda familiar do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2002 e, depois, de 2012. Para dados sobre cânceres, nós usamos dados da Agência Internacional da Pesquisa em Câncer (IARC) e também as estimativas que o Inca (Instituto Nacional de Câncer) produz, porque ele tem dados por Estado", explica o pesquisador Leandro Rezende, um dos autores do estudo, que foi publicado na revista científica Cancer Epidemiology. "Nós elencamos 14 tipos de câncer estudados, todos cânceres que são associados ou têm como fator de risco o excesso de peso e obesidade. Com os dados da PNS (Pesquisa Nacional de Saúde) 2013, a gente verificou o número de pessoas com sobrepeso. Com isso, chegamos à evolução do câncer nesse período de dez anos. De quantos casos de câncer que ocorreram seriam evitáveis se não fosse o excesso de peso, fizemos a estimativa para 2025 e chegamos à conclusão de que esse número pode dobrar de acordo com a estimativa de crescimento da taxa de sobrepeso e obesidade do País. Rezende afirma que a pesquisa não leva em consideração mudanças neste período, como quedas nos níveis de obesidade.

 

O estudo, resultado de uma bolsa de pesquisa no exterior da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), apontou que 3,8% dos 400 mil casos de câncer diagnosticados por ano no País estão ligados ao peso elevado. O levantamento também constatou que as ocorrências são mais comuns em mulheres."Três dos 14 tipos de câncer analisados são quase exclusivamente femininos, por exemplo, o câncer de mama, que pode acometer homens também, mas é mais raro, e ovário e colo do útero. O excesso de peso e obesidade são maiores em mulheres no Brasil. Isso contribui", diz Rezende.

 

Segundo a avaliação dos pesquisadores, o crescimento no poder econômico dos brasileiros registrado nos últimos anos aumentou hábitos de consumo, mas não fez com que as pessoas buscassem uma alimentação mais saudável. "A aquisição de alimentos ultraprocessados tem crescido e, nesse cenário, é importante haver políticas que regulamentam a venda, publicidade, rotulagem, taxação de certos alimentos, como bebidas açucaradas, que incluem sucos e refrigerantes. Essas medidas têm sido adotadas em alguns países da Europa, no Chile também, e já têm mostrado resultados", afirma.

 

Para José Eluf Neto, professor titular da Faculdade de Medicina da USP e orientador do estudo, os dados revelam a necessidade de mudança de hábitos, com a inclusão de políticas que incentivem a alimentação saudável e a prática de atividades físicas. "Com o envelhecimento da população já teremos mais casos de câncer, mas a obesidade contribui para aumentar esse número. As pessoas abandonaram o hábito de comer arroz, feijão e verduras. Tem de se estimular a compra direto do produtor rural. Outra questão é o exercício. Deveria ter uma política pública para que as pessoas pudessem fazer exercícios perto de casa em parques, ciclovias, porque a população não tem dinheiro para pagar um personal trainer, até porque a obesidade está mais frequente nas classes mais populares". Os pesquisadores ainda estão verificando a influência de fatores como sedentarismo, tabagismo e consumo de álcool para a incidência de câncer. O objetivo é apontar quantos casos da doença poderiam ser evitados no Brasil.

 

Diretora do Cedeba é homenageada com Comenda 2 de Julho
Foto: Divulgação

A diretora e responsável pela criação do Centro de Diabetes e Endocrinologia do Estado da Bahia (Cedeba), Reine Marie Chaves Fonseca, recebeu nesta quinta-feira (19) a Comenda 2 de Julho. Proposta pela deputada Fabíola Mansur, a homenagem foi aprovada por unanimidade na Assembleia Legislativa da Bahia. Referência na assistência a diabetes, obesidade e endocrinopatias, o Cedeba é um dos centros de excelência no Brasil, credenciado pela World Diabetes Foundation (WDF) e reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Para o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas, a homenagem é uma "oportuna iniciativa, ao distinguir uma médica da nossa sociedade, merecedora da Comenda 2 de Julho". O secretário ressaltou que o Cedeba hoje é o mais importante centro de diabetes e endocrinologia do País, modelo de assistência para países da África, Ásia e da América Latina. Em seu discurso, Reine agradeceu à família, à equipe que com ela sonhou o Cedeba e a todos os secretários da Saúde que confiaram em seu trabalho nos últimos 24 anos.

Saúde anuncia investimento de R$ 10 milhões em pesquisa sobre processo transexualizador
Foto: Marcos Santos / USP Imagens

O Ministério da Saúde anunciou que destinará R$ 10 milhões para realização de pesquisa científica sobre qualidade e segurança nos procedimentos e no cuidado aos cidadãos inseridos no processo transexualizador do Sistema Único de Saúde (SUS). A decisão tem finalidade mapear, avaliar e sistematizar informações fundamentais no processo, que inclui o acompanhamento interdisciplinar multiprofissional aos usuários, a hormonioterapia e a realização de cirurgias de redesignação sexual. Realizada pela Sociedade Beneficente Israelita Brasileira – Hospital Albert Einstein, a pesquisa coaduna com as especificidades em saúde da população de transexuais e travestis, que vivencia situações de vulnerabilidade social. De forma geral, os usuários chegam aos serviços do processo transexualizador já tendo realizado algum procedimento de modificação corporal por conta própria em condições pouco adequadas, sendo comum o uso abusivo de hormônios e a aplicação indevida de silicone industrial.  "Precisamos garantir mais qualidade nos cuidados e segurança aos usuários do processo transexualizador. Para isso se faz necessário estudar os impactos na saúde dessas pessoas, considerando o caráter irreversível da cirurgia de redesignação sexual e os efeitos do uso de hormônios, por exemplo. Por isso a importância da pesquisa sobre segurança e os protocolos de atendimentos, bem como os critérios para habilitação e exclusão dos procedimentos", explicou a secretária do Departamento de Apoio à Gestão Participativa e ao Controle Social, Gerlane Baccarin. 

Estudo diz que os casais ficarão sem sexo em 2030 por causa da internet
Foto: Reprodução / Nedja Alves

De acordo com um estudo na Universidade de Cambridge, os casais ficarão sem sexo em 2030. Para o professor e estatístico David Spiegelhalter, responsável pela pesquisa, o resultado tem a ver com o tempo que as pessoas passam conectadas a internet. Para dar andamento ao estudo, foram realizadas entrevistas com casais entre 16 e 64 anos, que responderam quantas vezes fazem sexo por mês. Segundo o Ig, a média em 1990 foi de cinco vezes ao mês. Em 2000, o número caiu para quatro. Já em 2010, o número diminiu para três. Com isso, segundo o estudo, em 2030 ninguém mais fará sexo. "Uma das causas de uma baixa libido são as séries que muitas vezes assistimos sem parar durante horas e horas. Por isso, constantemente trocamos nossos parceiros pelo novo episódio de 'Game of Thrones' ou 'Stranger Things' e ficamos sem sexo", afirmou o pesquisador. Para os especialistas, a solução é saber a hora de se desligar de tudo e voltar às origens.

Rastreamento do Câncer de Mama atende mulheres em Mirante e Ipupiara
Foto: Divulgação

O Saúde sem Fronteiras Rastreamento do Câncer de Mama chega, na próxima segunda-feira (23), aos municípios de Mirante e Ipupiara. Serão oferecidas mamografias gratuitas para mulheres com idade de 50 a 69 anos. Em Mirante, a unidade móvel ficará estacionada, até quinta (26), na Praça da Festa, em frente à Motocar. Neste município, 606 mulheres poderão participar. Já em Ipupiara, o atendimento será realizado até sexta (27), no estacionamento da Câmara Municipal de Vereadores. O público-alvo é composto por 739 mulheres. Para atendimento, é necessário comparecer ao local a partir das 7h, com documento de identidade, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e comprovante de residência. Para as mulheres com diagnóstico positivo, o tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico será realizado em unidades de alta complexidade em oncologia na região de residência das pacientes. 

Hospital Roberto Santos interdita seis salas do centro cirúrgico devido a alagamento
Foto: Reprodução / Correio

As fortes chuvas que atingem Salvador nesta sexta-feira (20) levaram à interdição de seis das dez salas do centro cirúrgico do Hospital Geral Roberto Santos. Com isso, pelo menos seis pacientes que estavam com cirurgias agendadas tiveram que adiar os procedimentos. Segundo informações do Correio, a sala 1 da unidade ficou alagada e outras cinco tiveram que ser fechadas, devido ao risco de acidentes elétricos. A assessoria do hospital informou que não havia nenhum paciente nas salas interditadas e nenhuma emergência na unidade. O alagamento foi provocado, ainda de acordo com a assessoria, pelo acúmulo de lixo jogado no telhado por usuários do hospital. Com as chuvas, as calhas não suportaram e o teto cedeu. Por volta de 12h30, as cinco salas já haviam sido liberadas após reparo.  As cirurgias de urgência foram realizadas normalmente, no setor que não foi afetado. Apesar de edital de licitação lançado há cerca de dois meses, ainda não há data prevista para início das obras de reforma.

Devido a impasse entre Sesab e NCP, cirurgiões pediátricos entram em estado de greve
Foto: Divulgação / Sindimed

Os cirurgiões pediátricos da Bahia decidiram, em assembleia realizada na noite desta quinta-feira (19), entrar em estado de greve, devido ao impasse entre a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) e o Núcleo de Cirurgiões Pediátricos da Bahia Sociedade Simples (NCP). De acordo com nota do Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), há mais de um ano, "esses profissionais prestam serviços à Sesab de forma precarizada, sem contrato, recebendo por indenização e com atrasos de três a quatro meses". A entidade ainda denuncia uma suposta manipulação de informações pela secretaria, principalmente com relação ao contrato recusado pelo NCP. No entanto, a Sesab informou ao Bahia Notícias que, até o momento, não recebeu nenhum comunicado formal sobre o indicativo de greve. "Lamentamos a posição adotada por representantes dos médicos, enquanto as negociações com profissionais e empresas da Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo (veja aqui) ainda se encontram em andamento a fim de complementar o serviço que é prestado pelos cirurgiões pediátricos estatutários", diz nota da pasta. Para o presidente do Sindimed, Francisco Magalhães, a tentativa de convocar profissionais do Sudeste não resolverá o problema, já que "ninguém vai sair do seu estado por uma aventura". "O princípio lógico é sentar à mesa e tentar a construção de um acordo para que ninguém saia prejudicado, nem médicos, nem Sesab, nem a população. Durante 11 anos esse sistema tem dando certo, o próprio Ministério Público reconhece isso. Queremos que volte à normalidade", afirmou Magalhães. Atualmente, a Sesab possui cirurgiões pediátricos concursados no Hospital Geral do Estado (HGE) e Hospital Geral Roberto Santos (HGRS). Além disso, o Hospital do Subúrbio, o Hospital Estadual da Criança e a Maternidade de Referência José Maria de Magalhães Neto - unidades estaduais administradas por organizações sociais - têm contratos vigentes com esta especialidade médica.

MP-BA pede tratamento humanizado para gestantes de bebês com anencefalia
Foto: Divulgação

Diante de casos diagnosticados de anencefalia, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) quer que o Município de Senhor do Bonfim ofereça a gestantes tratamentos humanizados. De acordo com o promotor de Justiça Rui Gomes, autor da recomendação, a gestante tem direito a manter ou interromper a gravidez quando toma conhecimento da anencefalia e da possibilidade do feto não sobreviver após o parto. A gestante pode decidir ainda por fazer a interrupção imediatamente ou adiar a decisão para outro momento, explica o promotor, destacando que as previsões constam na Resolução nº 1.989/2012, do Conselho Federal de Medicina. O Ministério Público ainda recomendou ao Município, à Secretaria de Saúde e ao diretor clínico responsável pelo Hospital Regional Dom Antônio Monteiro (Instituto Caminhada) que transmitam aos gestores e servidores do Sistema Único de Saúde (SUS), inclusive aos médicos e demais profissionais de saúde, que a interrupção da gravidez ou a antecipação terapêutica do parto não é obrigatória, mas, uma vez decidindo a gestante pela sua realização, deve-lhe ser assegurado o procedimento adequado. “Se diagnosticado o quadro de anencefalia, o médico não deverá impor à paciente sua autoridade para induzi-la a realizar a antecipação terapêutica do parto ou manter o feto”, afirmou o promotor de Justiça. O promotor reforçou que não é preciso o ajuizar qualquer medida judicial para a interrupção da gravidez ou antecipação terapêutica de parto em casos de diagnóstico seguro de feto anencéfalo e que “a recusa na realização do procedimento, sob a premissa de que a chancela judicial seria imprescindível, para além dos efeitos nas áreas civil e administrativa poderá repercutir, de igual modo, na seara penal”.

Sexta, 20 de Abril de 2018 - 09:40

Sinpojud oferece denúncia no MP contra o Planserv

Sinpojud oferece denúncia no MP contra o Planserv
Foto: Reprodução / SINPOJUD

Representantes do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado da Bahia (Sinpojud), o presidente Zenildo Castro e o diretor de imprensa, Jorge Cardoso, protocolaram uma denúncia junto ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra o plano de saúde Planserv. "É inadmissível cercear e através de cotas limitarem o direito dos servidores que têm em seus contracheques o desconto efetivado na fonte destinado ao Planserv, mas quando se busca o efetivo atendimento junto à rede médica credenciada não obtém êxito e é negado a assistência médica devida", criticou Castro. Diante das inúmeras restrições supostamente impostas pelo Planserv aos beneficiários e as constantes reclamações direcionadas à má gestão, a diretoria do Sindicato recorreu ao MP para "obter um justo tratamento e cumprimento da obrigação firmada entre os servidores e o plano de saúde".

Sexta, 20 de Abril de 2018 - 09:10

Brasil tem 342 mortes confirmadas por febre amarela

Brasil tem 342 mortes confirmadas por febre amarela
Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil

O Ministério da Saúde confirmou 342 mortes por febre amarela no país, com total de 1.157 casos.  O boletim divulgado nesta quinta-feira (19) é referente ao período de monitoramento de 1º de julho de 2017 a 17 de abril de 2018. No total, foram notificados nesse período 5.131 casos suspeitos, dos quais 2.951 foram descartados e 1.023 permanecem em investigação. No ano passado, considerando o mesmo período de monitoramento, foram confirmados 733 casos e 241 mortes. O Ministério da Saúde explicou em nota que o aumento está relacionado à circulação do vírus da febre amarela em regiões metropolitanas do país com maior contingente populacional, atingindo 35,9 milhões de pessoas que moram, inclusive, em áreas que nunca tiveram recomendação de vacina. Na Bahia, ainda não há casos confirmados ou mortes pela doença. Foram registradas 62 notificações, das quais 35 foram descartadas e 27 estão em investigação.

Sexta, 20 de Abril de 2018 - 08:00

Desembargadora afirma que Estado da Bahia não pagará multa se fornecer medicamento

por Cláudia Cardozo

Desembargadora afirma que Estado da Bahia não pagará multa se fornecer medicamento
Decisão é de Lígia Ramos, do TJ-BA | Foto: TJ-BA

A desembargadora Ligia Ramos, da 2ª Câmara Cível, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) manteve a liminar que obriga o Estado a fornecer medicamentos a um paciente de Juazeiro, sob pena de multa diária de R$ 5 mil. Na decisão, a magistrada afirma que a “referida multa só será aplicada em caso de descumprimento da decisão”, e que, se o Estado “efetivar a sua obrigação, nos termos do comando recorrido, não lhe será cobrado ou exigido qualquer valor”. O Estado da Bahia interpôs um agravo de instrumento contra a decisão proferida pela 1ª Vara da Fazenda Pública de Juazeiro. A decisão obriga o Estado a efetuar o tratamento médico de um paciente com a medicação Brentuximab1, com preço médio de R$ 17 mil, entre outras. A medicação é utilizada em pacientes com câncer. O Estado, no recurso, alegou que a liminar esgota o mérito da demanda e que não poderia ser imposta uma multa para obrigar o ente público a efetivar o tratamento antes de qualquer decisão definitiva. Ainda sustentou que o medicamento não faz parte do rol de cobertura do Planserv. Por essas e outras razões, pediu a suspensão da liminar. A desembargadora, no despacho, afirmou que não existe requisitos legais para suspender a liminar. Para Lígia, o Estado não sofrerá qualquer dano “grave, de difícil ou impossível reparação” até o julgamento final do caso. A desembargadora afirma que a multa é razoável e proporcional, sendo suficiente para “coibir” o descumprimento da decisão sem se apresentar como irrisória ou exorbitante. “Assim sendo, deve ser mantida a decisão agravada no que diz respeito à multa fixada, pois, como já dito, ela é legal, tendo a função de dar efetividade ao cumprimento das decisões judiciais, não se afigurando, no caso, excessivo a quantia estipulada”, reforçou.

Sexta, 20 de Abril de 2018 - 07:10

Novo microscópio 3D filma células em movimento com definição sem precedentes

por Fábio de Castro | Estadão Conteúdo

Novo microscópio 3D filma células em movimento com definição sem precedentes
Interior da medula do embrião de um peixe paulistinha | Foto: T. Liu et al.

Combinando duas tecnologias de microscopia, um grupo internacional de cientistas mostrou como fazer imagens 3D detalhadas de sistemas vivos em movimento, como células de câncer se espalhando, circuitos nervo-espinhais se conectando e células imunológicas atravessando órgãos. Até agora, ao observar as células individualmente, os microscópios eram lentos demais para seguir suas ações em 3D, de acordo com o novo estudo publicado nesta quinta-feira (19), na revista Science. O grupo de pesquisadores foi coordenado pelo físico americano Eric Betzig, do Instituto Médico Howard Hughes (Estados Unidos), que ganhou o Prêmio Nobel da Química em 2014 por suas inovações em microscopia. Na nova pesquisa, duas das técnicas que renderam o Nobel a Betzig foram combinadas: a microscopia de lâmina de luz treliçada e a óptica adaptativa. Segundo o estudo, na microscopia de lâmina de luz treliçada, uma "lâmina" luminosa varre repetidamente o interior da célula para adquirir imagens em duas dimensões e, a partir delas, um software constrói um vídeo 3D de alta resolução. Já a óptica adaptativa é um método semelhante ao que utilizado em astronomia para 'desembaralhar' e tornar mais definidas as imagens vistas através da turbulência da atmosfera. No artigo na Science, os cientistas testaram a combinação de técnicas observando os movimentos de células do sistema imune cruzando o ouvido interno de um peixe da espécie Danio rerio, conhecido no Brasil como "paulistinha". De acordo com Betzig, há centenas de anos os cientistas têm obtido imagens de células vivas por meio de microscópios, mas só conseguiam boa definição em células isoladas em lâminas de vidro. Segundo o cientista, isso é um problema, porque os grandes grupos de células dentro de organismos completos misturam a luz do microscópio. "Isso levanta a incômoda dúvida de se estamos mesmo vendo células em seu estado nativo, alegremente abrigadas no organismo em que elas evoluíram", afirmou Betzig. Mesmo quando as células são observadas individualmente, os microscópios mais utilizados para estudar o funcionamento interno delas são lentos demais para seguir a ação em 3D. Esses microscópios banham as células com uma luz que é de milhares a milhões de vezes mais brilhante que a do Sol intenso do deserto, segundo Betzig. "Isso também contribui para nosso temor de que não estejamos vendo as células em sua forma natural. Frequentemente ouvimos que 'ver é acreditar', mas quando se trata de biologia celular, acho que a questão mais apropriada é: será que podemos acreditar no que vemos?", disse o cientista. Utilizando a combinação das duas técnicas inovadoras, os cientistas conseguiram observar a "coreografia" interna das células rapidamente e em três dimensões. Com um laser, ele criam um ponto brilhante de luz na região da amostra que querem observar. Com isso, a natureza das distorções da imagem são determinadas com precisão e os pesquisadores podem corrigí-las. É o mesmo princípio utilizado na óptica adaptativa da astronomia, na qual um laser é apontado para o céu, na região próxima ao astro a ser observado, a fim de determinar previamente o tipo de aberração visual. Isso permite que as distorções sejam corrigidas com a aplicação de distorções opostas. No caso do novo microscópio, a "distorção corretiva" é aplicada com um modulador de luz e um espelho deformável. O resultado é a abertura de uma janela inédita para a observação do funcionamento dos sistemas biológicos, revelando uma paisagem subcelular que lembra o movimento de uma grande metrópole. Em um dos vídeos feitos com o microscópio, uma célula imunológica laranja se contorce freneticamente pelo ouvido de um peixe paulistinha, enquanto apanha partículas azuis de açúcar em seu trajeto. Em outro vídeo, uma célula de câncer puxa apêndices pegajosos enquanto rola através de um vaso sanguíneo em cujas paredes tenta ganhar força. Apesar da extrema complexidade do ambiente multicelular 3-D, segundo Betzig, a clareza das imagens produzidas por sua equipe permite que eles "explodam" no computador as células individuais em um tecido para focar na dinâmica de uma delas em particular, para observar, por exemplo, a remodelação de organelas internas durante a divisão celular. Segundo Betzig, seria difícil observar tantos detalhes sem a óptica adaptativa. "É confuso demais", disse. Em sua opinião, a óptica adaptativa é uma das áreas mais importantes na pesquisa de microscopia atualmente, e o microscópio de lâminas de luz treliçada, que se destaca em imagens ao vivo 3D, é a plataforma perfeita para mostrar sua potência. "A óptica adaptativa ainda não decolou, porque a tecnologia tem sido complicada, cara e, até agora, o esforço não valia a pena. Mas dentro de 10 anos ela já será usada por biólogos de todos os lugares", disse. O próximo grande passo nessa linha de pesquisas é tornar essa tecnologia acessível e intuitiva. "Demonstrações técnicas e publicações não chegam a ser úteis. A única métrica pela qual um microscópio deve ser julgado é o número de pessoas que o utilizam e o significado do que descobrem com ele", disse Betzig, que ainda este ano mudará do Instituto Howard Hughes para a Universidade de Califórnia, em Berkeley. O novo microscópio ocupa uma mesa de mais de três metros de comprimento. "Por enquanto ainda é um monstro do Frankenstein, mas já estamos trabalhando em uma nova versão que deverá caber em uma pequena mesa, com um custo acessível para os laboratórios", afirmou. Participaram da pesquisa cientistas do Hospital da Criança de Boston, da Universidade de Harvard, da Universidade Brook, da Universidade da Califórnia em Berkeley, - todas nos Estados Unidos -, da Universidade de Exeter (Reino Unido) e do Instituto de Tecnologia de Karlshue (Alemanha).

Sesab diz que Hospital Alayde Costa fechou por descumprimento de contrato
Foto: Reprodução / G1

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) divulgou nota nesta quinta-feira (19) explicando que rescindiu o contrato com a empresa que administrava o Hospital Alayde Costa por conta de descumprimentos do acordo. De acordo com a Sesab, as metas de 20 leitos de terapia intensiva e 60 de enfermaria não estavam sendo respeitadas e  inconformidades estruturais que impediam o atendimento adequado aos pacientes. "Dentre os itens apontados nas fiscalizações feitas por técnicos da Sesab, destaca-se a necessidade de substituição de colchões rasgados, piso e mobiliários, pintura, infiltrações na UTI e enfermarias, adequação do serviço de nutrição e sala de pequenos procedimentos, conserto de ar condicionado, dentre outros", aponta o texto da Sesab. Segundo a secretaria, também contribuiu para a rescisão do contrato a greve deflagrada pelos funcionários e, posteriormente, pelos médicos do hospital. A nota relata que o governo concedeu prazo de 120 dias para adequar a unidade, mas as exigências não foram atendidas. O deputado estadual Alan Sanches, líder do bloco do DEM/PRB na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), criticou o fechamento do hospital (veja mais).

Histórico de Conteúdo