Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias Holofote

Holofote

Você está em:
/
Holofote

Colunistas

Artista baiana Lessa aposta no neo-soul em lançamento de primeiro single

Artista baiana Lessa aposta no neo-soul em lançamento de primeiro single
A artista de 21 anos aposta no neo-soul “Pra Fazer Acontecer” como primeiro lançamento oficial da sua carreira, disponível a partir desta sexta-feira (7) em todas as plataformas digitais.

Com 18 shows confirmados, Seu Maxixe com Rapha Ribeiro se prepara para maratona no São João

Com 18 shows confirmados, Seu Maxixe com Rapha Ribeiro se prepara para maratona no São João
Foto: Divulgação
Como cantor, Rapha Ribeiro cativou o público com sua presença marcante em bandas como Tio Barnabé, Forró Saborear, Forró dos Plays, Flor D'Açucena e Zezinho da Ema.

Nílson Galvão lança livro "O inquilino das horas"

Nílson Galvão lança livro "O inquilino das horas"
Marcado por uma liberdade formal e estilística capaz de surpreender o leitor pela variedade de seu ritmo e pela adoção de imagens pouco usuais, "o inquilino das horas", de Nilson Galvão, problematiza a relação de urgência e vazio a que os sujeitos contemporâneos são submetidos rotineiramente. 

Últimas notícias

Laura Catarina desembarca em Salvador com show em homenagem ao pai, Vander Lee
Foto: Reprodução / Instagram

A cantora Laura Catarina, filha do compositor Vander Lee, virá pela primeira vez à capital baiana com o seu espetáculo “Laura Catarina canta Vander Lee”. O show será no dia 8 de agosto, às 20h, no Teatro SESC Casa do Comércio. 

 

Homenageando o seu genitor, que faleceu em 2016, a artista recria os sucessos de Lee mergulhando no legado do cantor. Com o álbum “Estrela”, Laura performa para o público músicas de vários estilos, incluindo pop, forró e MPB, interpretando canções como “Onde Deus Possa Me Ouvir”, “Românticos” e “Esperando Aviões”. Os ingressos estão disponíveis no Sympla, custando R$120 (inteira) e R$60 (meia).

 

Siga o @bnhall_ no Instagram e fique de olho nas principais notícias.

Arthuzinho fala sobre colaboração com O Kannalha

Por Ana Clara Pires / Alexandre Brochado

Arthuzinho fala sobre colaboração com O Kannalha
Foto: AC Fotografia/ Bahia Notícias

O cantor e compositor Arthuzinho, também conhecido como Homem Pedra, marcou presença na terceira noite do São João da Bahia, no Parque de Exposições de Salvador. Em entrevista ao Bahia Notícias, ele compartilhou detalhes sobre sua recente colaboração musical com O Kannalha e revelou alguns de seus projetos futuros.

 

Sobre a parceria com O Kannalha, Arthuzinho explicou como a ideia para a música surgiu de forma espontânea. "Ele postou um vídeo cantando uma música meio no improviso a caminho do show, e a galera entrou na vibe. Ele me marcou, eu estava em casa, comecei a dar risada e falei que toparia gravar. A gente se encontrou no estúdio e gravou as vozes, e ficou massa. É legal ver que a galera toda curte, né? Eu admiro muito o Kannalha, e a gente virou irmão, ficou muito bacana o trabalho", relatou.

 

Arthuzinho também comentou sobre possíveis colaborações futuras no pagodão baiano, mencionando uma conversa com Márcio Victor, do Psirico. "Ele falou que ia botar a música no repertório. Quem quiser fazer a resenha, eu estou aí. Eu sou da resenha e gosto de explorar outros ritmos também", afirmou.

"Uma máquina não pode levar essa emoção": Felipe Escandurras fala sobre inteligência artificial e música no São João da Bahia
Foto: AC Fotografia / Bahia Notícias

O cantor e compositor Felipe Escandurras se apresenta na terceira noite do São João da Bahia, neste sábado (15), no Parque de Exposições de Salvador. Em entrevista ao Bahia Notícias, ele falou sobre a expectativa para o show, a criação de novas músicas e a influência da inteligência artificial na composição musical.

 

 

Escandurras mencionou a expectativa do público para sua performance e destacou a inclusão do samba em seu repertório. "A galera pode esperar um show com muito forró em samba, com muito axé em samba. Eu já faço essa mistura no meu projeto, então acompanhem e fiquem aí para ver o show", explicou.

 

Sobre suas inspirações como compositor, Escandurras falou sobre a importância das mulheres em sua vida e mencionou o sucesso da música "Karol". "Mulher é algo que mexe muito comigo. Karol era minha mãe, minha prima, sua irmã, sua amiga. Karol é uma mulher forte, uma mulher brasileira que não desiste dos seus sonhos. Logo logo, vai sair uma outra música nesse tema", afirmou.

 

A respeito do surgimento e avanço da inteligência artificial na composição musical, Escandurras expressou sua opinião. "Eu prezo sempre pela verdade. Vi os meninos me mostrando que o site GPT pode criar músicas, mas quando é algo que vem de dentro, uma máquina não tem como fazer. Uma máquina não pode levar o sentimento que só nós, seres humanos, podemos transmitir. Nosso mercado musical já enfrenta desafios, mas a música verdadeira, que fala do fundo do coração, vai ficar eternamente nos nossos corações", disse.

 

"A música amorosa, a música de amor, a música verdadeira que fala do fundo do coração, vai permanecer. Uma máquina não pode levar essa emoção", finalizou.

 

VÍDEO: Ao som de “Firme e forte”, Márcio Victor chama ambulante ao palco e doa R$ 500

Por Ana Clara Pires / Luis Vasconcelos/ Alexandre Brochado

VÍDEO: Ao som de “Firme e forte”, Márcio Victor chama ambulante ao palco e doa R$ 500
Foto: AC Fotografia / Bahia Notícias

O cantor Márcio Victor, vocalista da banda Psirico, chamou uma ambulante ao palco durante apresentação da música “Firme e forte” no São João da Bahia, no Parque de Exposições, neste sábado (15). 
 

 


Ainda na ocasião, o cantor ofereceu R$ 500 do seu cachê como doação para a trabalhadora.

"Me sinto muito bem nesse lugar, tanto quanto no Carnaval", diz Márcio Victor no São João da Bahia
Foto: AC Fotografia / Bahia Notícias

O cantor Márcio Victor, vocalista da banda Psirico, se apresenta na terceira noite do São João da Bahia, neste sábado (15), no Parque de Exposições de Salvador. Em entrevista, ele falou sobre suas expectativas para a performance deste ano e a importância de celebrar a diversidade musical da Bahia.

 

Márcio Victor comentou sobre a sua ligação com o São João e a cultura junina. "A gente vai ser lembrado pelo que fez, e é bom que fizemos um trabalho bem feito. Respeitamos o espaço do forró tradicional. Tenho uma história com quadrilha junina, começamos na casa de Bernoulli na região de Brotas. Salvador está roubando a cena com esse São João da Bahia, que nos dá a oportunidade de reviver algo que tínhamos perdido, mas que agora retomamos com verdade", explicou o cantor.

 

O show de Márcio Victor incluirá uma homenagem especial a Luiz Gonzaga. "Vamos trazer a quadrilha para fazer a abertura com a gente, uma homenagem à última entrevista de Luiz Gonzaga. Ele falou de como os baianos fizeram sucesso no prêmio da música popular brasileira no Teatro Municipal. Hoje, vamos trazer essa história e fazer um show que mistura o samba junino e o forró, exaltando nossas raízes", disse.

 

Sobre a diversidade musical no São João, Márcio Victor destacou a importância de representar a pluralidade cultural da Bahia. "A Bahia é muito multifacetada. Somos nordestinos com muito orgulho. Estou fazendo publicidade para uma grande empresa nacional porque represento o Nordeste. Uso meu figurino para homenagear o povo do interior, o povo nordestino, e isso faz parte da minha história. É importante estar em eventos como esse, pois devemos abrir a cabeça para ouvir todos os estilos de música, especialmente a música nordestina", afirmou.

 

Ele também falou sobre a presença de outros gêneros musicais no evento. "Na festa de forró, até no interior do Pé de Serra, você vê que depois de meia-noite o cara coloca o pagodão. Isso é nosso. Eu me sinto muito bem nesse lugar, tanto quanto no Carnaval, e espero estar aqui para sempre", concluiu.

 

João Gomes rebate críticas sobre paternidade: "Minha esposa não deixava eu trocar a fralda"

Por Ana Clara Pires / Alexandre Brochado

João Gomes rebate críticas sobre paternidade: "Minha esposa não deixava eu trocar a fralda"
Foto: AC Fotografia / Bahia Noticias

O cantor João Gomes se apresenta na terceira noite de festa do São João da Bahia, neste sábado (15), no Parque de Exposições de Salvador. Em entrevista ao Bahia Notícias, ele falou sobre sua experiência pessoal com a paternidade e a influência musical de sua infância.

 

 

 

João Gomes comentou sobre a dinâmica familiar e a dificuldade inicial em participar ativamente nos cuidados com seu filho. "Eu não falei que não trocava a fralda, eu falei que minha esposa não deixava eu fazer essas coisinhas. Ela tinha medo, achava que só ela ou a mãe dela saberiam cuidar. Depois de cinco, seis meses, agora que ela convidou uma pessoa para ajudar. A gente viu que a rotina não ia permitir, que nem agora, ela está em Petrolina tentando gravar uma publicidade e não tem ninguém para balançar o menino", explicou o cantor.

 

Ele ressaltou a importância de equilibrar suas responsabilidades familiares com a carreira musical. "Acho que a gente tem que trazer para nossa vida só coisas positivas. Sei que preciso ser dedicado com meu filho e em tudo que faço. Somos exemplos em casa, não só para meu filho, mas também para meus irmãos mais novos", afirmou.

 

 

Sobre sua trajetória musical, João Gomes falou sobre a influência da música regional em sua infância em Petrolina, perto de Juazeiro, Bahia. "Quando eu era criança, acabei tendo uma influência muito grande da música de lá. Não só ele [um artista específico], mas todos os artistas que fizeram parte daquele movimento de pagodão. Por muito tempo, achei que aquele som era conhecido por todo o Brasil, mas era muito mais regional do que eu imaginava. Mesmo assim, está no meu coração, e por isso canto com esse ritmo balançado", disse.

 

 

Siga o Bahia Notícias no Google News e veja os conteúdos de maneira ainda mais rápida e ágil pelo celular ou pelo computador!

 

"Estar aqui de novo, pelo terceiro ano consecutivo, é gratificante", diz Ylan Michel, da banda Pirilampo, no São João da Bahia
Foto: AC Fotografia / Bahia Notícias

A banda Pirilampo, liderada pelo vocalista Ylan Michel, foi uma das atrações a se apresentarem na terceira noite de festa do São João da Bahia, neste sábado (15), no Parque de Exposições de Salvador. Em entrevista ao Bahia Notícias, Michel refletiu sobre o progresso de sua carreira e a diversidade musical presente na celebração junina.

 

"Eu me sinto agradecido. Sei que esse ditado é estranho, mas sou muito feliz e grato por tudo que já conquistei na vida. Cada dia rompemos barreiras porque não é fácil a vida na estrada. A música é um desafio, como todas as outras profissões. Estar aqui de novo, pelo terceiro ano consecutivo, é gratificante. Agradeço e peço proteção divina toda vez que saio de casa, porque a gente tem família e toda a nossa equipe. Hoje, estar aqui representando o nosso trabalho é muito gostoso", disse Michel.

 

Questionado sobre a inclusão de outros gêneros musicais no São João, Michel destacou a importância da mescla de estilos na Bahia. "Eu represento a bandeira do forró, mas gosto de mesclar, porque a Bahia é isso, uma mistura. Temos arrocha, axé, pagode baiano, e o forró também está nesse contexto. No momento do São João, o forró deve ser representado, mas quem sou eu para dizer que outros gêneros não devem tocar? Cada um deve levantar sua bandeira, e eu levanto a minha", afirmou o cantor.

 

Michel também comentou sobre os desafios e aspirações da banda Pirilampo. "Nós costumamos misturar nossos repertórios. Iniciamos o show com nossas músicas autorais e depois tocamos músicas da atualidade, como Natan e Tarcísio do Acordeon. É importante para nós nos conectarmos com o público dessa maneira", explicou.

 

Siga o Bahia Notícias no Google News e veja os conteúdos de maneira ainda mais rápida e ágil pelo celular ou pelo computador!

Luiz Caldas se apresenta no São João da Bahia e celebra versatilidade musical

Por Ana Clara Pires / Alexandre Brochado

Luiz Caldas se apresenta no São João da Bahia e celebra versatilidade musical
Foto: AC Fotografia / Bahia Notícias

Na terceira noite de festa do São João da Bahia, neste sábado (15), o Parque de Exposições de Salvador recebe a apresentação do cantor Luiz Caldas. Conhecido como o "pai do axé", o artista falou sobre a importância de expandir sua atuação musical além do nicho do axé, destacando sua participação em eventos diversos, como a abertura do São João em maio.

 

 

"Com a longevidade da carreira, a gente consegue algumas coisas. É necessário que as pessoas saibam que, mesmo sendo o criador do axé, eu faço um passeio muito grande por outros gêneros porque sou instrumentista. Venho tocando forró, e tive a honra de gravar com Luiz Gonzaga. Para mim, é muito legal poder participar de festas diferentes no Carnaval também, agregando outros estilos de música", afirmou Luiz Caldas.

 

O cantor ressaltou que essas participações em festas variadas, inclusive durante o Carnaval, permitem a integração de diferentes estilos musicais e artistas, ampliando a contribuição para a cena cultural.

 

 

Siga o Bahia Notícias no Google News e veja os conteúdos de maneira ainda mais rápida e ágil pelo celular ou pelo computador!

Ex-BBB Matteus Amaral recebeu dinheiro do governo federal após fraudar cota em universidade; entenda
Foto: TV Globo

Após a polêmica com a fraude do sistema de cotas raciais para ingressar na universidade pública, o ex-BBB Matteus Amaral está envolvido em uma nova confusão. De acordo com a coluna de Paulo Cappelli, do site Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, o vice-campeão da 24ª edição recebeu dinheiro do governo federal.

 

Segundo a publicação, além de ter se autodeclarado preto, o ex-BBB se inscreveu no programa Bolsa Permanência, voltado para “estudantes quilombolas, indígenas e em situação de vulnerabilidade socioeconômica”, que tem como objetivo viabilizar a permanência de estudantes nos cursos.

 

A publicação afirma que Matteus alegou se enquadrar na opção de vulnerabilidade socioeconômica. Para ter direito ao benefício, o ex-BBB precisou preencher um formulário afirmando possuir renda familiar per capita não superior a 1,5 salário mínimo. A solicitação apresentada por Matteus foi aceita pelo Ministério da Educação.

 

A universidade federal também tem participação na bolsa. Ela deve assinar um Termo de Adesão ao Programa Bolsa Permanência, disponível no sistema de gestão do programa. 

 

Ao todo, o ex-BBB recebeu  R$ 4,6 mil do governo federal por suas atividades acadêmicas. Desse valor, R$ 2,6 mil foi pelo curso no Instituto Federal de Farroupilha, entre 2014 e 2015. Na ocasião, ele embolsou 23 parcelas com valores entre R$ 100 e R$ 150.

 

A outra parte, Matteus recebeu pouco antes de entrar no BBB. O estudante recebeu R$ 2 mil pela iniciação científica que faz na Universidade Federal do Pampa, também no Rio Grande do Sul. Foram 5 parcelas de R$ 400.

Abaré recebe mais de R$ 46 milhões em obras do Governo do Estado
Foto: Thuane Maria/GOVBA

O município de Abaré recebeu mais de R$ 46 milhões em obras do Governo do Estado. O valor foi destinado para as áreas de educação, infraestrutura e desenvolvimento rural.

 

Durante o evento realizado neste sábado (15) para entrega da nova sede do Colégio de Tempo Integral Professora Maria do Socorro Gomes Possidônio, o governador Jerônimo Rodrigues (PT) falou sobre a importância da reforma da escola e das novas ações que foram realizadas no município.

 

“Hoje realizei entregas importantes, dentre todas elas, uma escola de tempo integral, de quase R$30 milhões, para essa região em que a gente precisa fortalecer muito a educação em tempo integral, a educação profissional. A outra é uma estrada de quase R$20 milhões vai conectar a sede aos distritos buscando, inclusive, a participação da economia no sentido de dizer que é por essa estrada que passa uma viatura, uma ambulância, um caminhão carregado, um ônibus de estudantes”, enfatizou.

 

Foto: Thuane Maria/GOVBA

 

A obra realizada na nova sede do Colégio de Tempo Integral Professora Maria do Socorro Gomes Possidônio teve um aporte financeiro de R$ 25,5 milhões, e com esse valor foi possível realizar a construção e aquisição de equipamentos, como 12 salas de aula, biblioteca, laboratórios, teatro, restaurante estudantil, quadra poliesportiva coberta, piscina semiolímpica, vestiários e campo de futebol society com pista de atletismo.

 

A 44ª unidade de ensino da rede pública estadual entregue nesta gestão tem capacidade para atender cerca de 600 alunos nos três turnos. Além do currículo convencional, também é oferecida a modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA).

 

Jerônimo ainda entregou a pavimentação asfáltica de 16 quilômetros, que vai do entroncamento da BR-116 até o distrito de Icozeira. Obra que teve o investimento superior a R$ 17,8 milhões e vai facilitar a mobilidade dos quase 17,7 mil abareenses que trafegam pela região.

 

Foi entregue também a pavimentação, em paralelepípedo, e a drenagem superficial de diversas ruas do distrito de Ibó e da sede de Abaré, melhorando o tráfego local. Com o valor de R$ 2,4 milhões, a intervenção contempla 2,7 quilômetros.

 

E a agricultura familiar teve destinado um orçamento de R$ 1 milhão, a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) para a reforma da unidade de beneficiamento de derivados de frutas, na localidade Agrovila 19. Foram adquiridos máquinas e aparelhos para beneficiamento de frutas, como câmara fria, móveis, utensílios e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Serão atendidos 20 agricultores familiares.

Curtas e venenosas

Ilustração de uma cobra cor mostarda com listras amarelas, boca aberta exibindo a língua
Menina, estava eu aqui pensando: às vezes, o ócio deveria ser proibido, não é? Explico, Ritinha Batista anunciou para todo mundo que conseguiu umas férias na Globo para curtir o São João da Thay. Até aí tudo bem. O que não imaginávamos é que ela usaria esse tempo para tentar ser uma versão minha da Shopee; *Achei no mínimo curiosa a reação inflamada de Sol Almeida por ser retirada da grade de São João de Campina Grande. Porque assim, na hora de se beneficiar do nosso Carnaval sem pensar nos artistas de axé que ficam de fora, ninguém fala nada, né? Agora eu vi moral, Mainha coçou o bolso e decidiu ajudar o marido em um empreendimento alimentício. Família unida faz assim. Agora é óbvio que marca de caldos ser chamada de VeroBrodo não foi ideia de um baiano. Senão, garanto que seria algo como "Caldy" ou "SanCaldo". Leia mais!

Entrevistas

Jorge Vercillo celebra 30 anos de carreira e aconselha nova geração a buscar marcas para além do hit

Jorge Vercillo celebra 30 anos de carreira e aconselha nova geração a buscar marcas para além do hit
Foto: Ricardo Nunes / Divulgação Vivo Rio
A Concha Acústica do TCA foi escolhida para receber o show de 30 anos de carreira do cantor Jorge Vercillo. Em entrevista ao Bahia Notícias, o artista falou sobre a carreira, sobre o cenário musical e deixou um recado para a nova geração de cantores.