Sexta, 31 de Maio de 2019 - 13:00

Curtas e venenosas:

por Natália Comte

Curtas e venenosas:

*Toda vez que um cantor jovem morre no auge do sucesso, paro para refletir e fico pensando no sacrifício que muitos fazem para alcançar o sonho. Pior, na maioria das vezes, o dinheiro fica com os empresários, que seguem vivos;

 

*Não conhecia muito desse menino Gabriel Diniz, mas, pelo menos, nunca vi ninguém do meio falar mal dele nas rodas de conversas. Agora o que é feio são esses cantores, blogueiras etc. querendo cinco segundos de fama em cima de um momento difícil;

 

*Durante toda essa confusão, rodou nas redes sociais uma imagem dizendo que muitos não compareceram ao velório por "falta de tempo", mas todos se "sacrificaram para marcar 'presença'" no casamento de Carlinhos Maia. Bom, quanto a isso tenho duas posições:

 

1 - Não se deve medir a dor de alguém pelas postagens em redes sociais. Fica até parecendo que as pessoas esperavam que fizessem registros do velório;

 

2 - Enterro não é algo que dá para se programar, ao contrário de casamento. Então, é justificável aparecer mais gente em um do que em outro. Obviamente que sigo a lógica de que "quem quer, faz acontecer". Porém, cada um segue sua lógica. Não sou mãe de ninguém;

*Ivetinha fez 4.7 e fingiu surpresa quando chegou em casa. Até parece que ninguém ia preparar nada sem ela saber;

 

*Ainda mais se levarmos em consideração que todo ano é essa mesma festa. Por outro lado, uma coisa não podemos negar: quem tem fãs fiéis é ela;

 

*Ao mesmo tempo que são fiéis, alguns são sem noção. Como é que avisa para a pessoa da morte de um cantor daquela forma? E se ela fosse muito próxima? Cadê o senso;

 

*Na semana do seu niver, Ivetinha ainda bancou oficialmente a blogueira e foi divulgar uma marca em São Paulo. É real: a era da mudança de foco da carreira chegou;

 

*Carlinha Perez e Xanddy estão só “no orgulho” da filha formando nos States. Mas como figura pública e popular tem que dar uma dose de humildade, o dono do Harmonia disse que nem tinha planejado o ensino internacional para a primogênita. Uhum...;

 

*Só senti falta de ver Camillinha cantando algo à la High School Musical, sabe? "We're all in this together...";

 

*A sister Peixinho jura que não está pegando o ator da Globo, quem não conhece até acredita, mas quem sabe o tesão pelo estilo surfista...;

 

*Tudo bem que, pelo pouco que ouço falar dele, é sempre sobre novo affair. Vai ver nossa baiana está tentando se proteger;

 

*Por falar na ex-'BBB', soube que está faturando alto com publipost no Instagram. Acredito que ela tenha consciência que isso tudo é passageiro e que daqui a pouco volta a ser vista apenas nas academias de Salvador;

 

*Tony Salles anda ostentando. Já não bastava ganhar a melhor música no Carnaval de Salvador, ganhou na Micareta de Feira e ainda levou para casa o prêmio de melhor figurino. Imagina quem não esteve bem vestido por lá...;

 

*Inclusive, não sei se é maldade. Mas só vi o Gigante cantando a música "Abaixa que é Tiro" depois do Carnaval. Tirem suas conclusões;

 

*Para não ter conflito Chiclete ganhou como banda e Tio Bell como cantor. Ficaram quites;

 

*Mulher Farofa também deu nome e ganhou como melhor cantora;

 

*Fiquei curiosa com essa brincadeira de "eu nunca" que as coleguinhas Simone e Simaria participaram. Terei pena no dia que pegarem algumas figuras baianas e um passado cabeludo vir à tona...;

 

*Beto Jamaica está noivo, cheio de love. Agora resta saber quem vai ser o padrinho. Se Compadre Washigton for limado, acaba o É o Tchan;

 

*Compadre já se mostra recuperandinho da queda e até desfilou sua elegância na exibição da nova camisa do Vitória. Não aguentei com ele dizendo que é "pronto para guerra" como seu time de coração. Se a gente for olhar como anda a situação do clube baiano, dá para concluir algumas coisas;

 

*Já Alexandre Peixe apareceu dizendo que ainda acredita no Axé. É o que resta, pois a "carreira" dele depende disso;

 

*Confesso que quando vi essa notícia, pensei: Peixe e o Axé combinam até nisso, já que ambos andam longe do atual gosto popular;

 

*Sol Almeida finalmente pegou o dendê que tem no sangue e quebrou o tabuleiro do Aviões do Forró. Pelo jeito, a baiana foi explorada por todos os lados;

 

*Dessa história toda só não entendi se Xand Avião é vítima ou algoz. Se a respostar for a segunda opção, então aquela amizade era tudo mentira? Que atores!;

 

*Mas estou pensando aqui: haja turbulência! A ex de Miau tá pedindo R$ 5 milhões, os Homi da Federal mais R$ 50 milhões... essa conta fecha? Essa agenda do São João vai ser lotada, né?;

 

*Tem coisa que é melhor não mexer para não piorar para as pessoas. Por exemplo, Kiko e Jeanne poderiam seguir fazendo shows em barzinhos, mas inventaram de pegar o repertório de Sandy e Junior para tentar uma zoada na imprensa. Com a agonia que os fãs têm, já vejo o povo tecendo críticas para todos os lados;

 

*Outra coisa, vi o vídeo da entrevista com o Gordinho de Holofote e fiquei me questionando: fazer um show em homenagem a uma dupla não significa aprender, pelo menos, o repertório?;

 

*Não sabia nem que existia a Papazoni, que dirá que o cantor irá sair em carreira solo. Outra coisa, quem ainda acha que é vantagem sair em carreira solo com essas condições da música atual?;

 

*Pretinha Gil depois de anos conseguiu emplacar uma música em novela da Globo. Se não estou enganada, a última foi em "Cobras e Lagartos" lá em 2006. Foca na oportunidade de ter uma música na boca do povo depois de anos;

 

*De volta às raízes! A penta, que sempre trabalhou com o pagode, ficou um tempo ausente do cenário, agora volta assumindo a gestão da La Fúria. Que dupla hein? Maron e Sacra Produções;

 

*Por falar nisso, cadê o Psirico? A última vez que vi falar de Marcinho foi no Carnaval...;

 

*Vai começar a guerra do São João, Lago do Tio Bell, Piu Piu da Comercial Ramos, Sfrega do Paulinho Petter Pan... Meu dinheiro não dá para essa festa. Se duvidar, vou para o Pelourinho do Diogo Bola-Medrado;

 

Eduardão DuAsa pediu para alterar o nome na minha agenda. Agora é Eduardão Cigano. O gordo assumiu a carreira de cantor de arrocha;.

 

*Lá vai a dança das cadeiras do forró da Bahia, Tico tomou o lugar do Sertanejo Local, que tomou o lugar do Estakazero, que tomou o lugar de Zelito;

 

*Por falar em Zelito, quem eu vi de sunga foi Adelmário Coelho. O coroa está enxuto e com os cabelos arrumados como sempre. Se não fosse focada no meu Inho, até poderia dar uma ousadia a ele;

 

Saiba quem são as personalidades citadas aqui:


Mulher Farofa                Alinne Rosa

Gordinho de Holofote   Júnior Moreira Bordalo

 

*Mandem sugestões de curtas para o Sabe o que eu acho? Ou me procurem no Facebook: Natália Comte. Para os desesperados, tem a opção de falar comigo pelo e-mail nataliacomte@bahianoticias.com.br

Histórico de Conteúdo