Sexta, 08 de Março de 2019 - 13:00

Curtas e Venenosas

por Natália Comte

Curtas e Venenosas

*Nunca na minha vida iria imaginar que o povo pediria a volta do bloco com corda e o pior: aqueles que foram responsáveis pela atual bagunça querem rever o Carnaval. Sabe quem acabou com os blocos? Os próprios empresários e artistas que foram com muita sede ao pote, cobrando quantias absurdas, tanto por abadás, quanto para os artistas tocarem em trios. Além disso, foram os próprios empresários e artistas que inventaram a fórmula dos camarotes e agora reclamam da invasão popular. Ou seja, a elite foi para o camarote e a música popular e o povo para a rua;

 

*Bom, mais um Carnaval passou e confesso que, desta vez, estive mais perto da folia. Queria contabilizar esses 850 mil turistas que Tunico disse que estariam aqui em Salvador, mesmo sem voos e hospedagens para todos;

 

*Para isso, fiz um tour com meu Inho pelos espaços que sempre me convidam. Porém, foi uma péssima escolha. Nunca senti tanto cheiro de suor no ar e nunca tinha pulado tantas poças de urina pelo caminho;

 

*Pelo visto, no ano que vem, o Soberano e o Correria terão que colocar um paredão de banheiro do Farol da Barra até a praia de Buracão para dar conta da demanda dos "apertadinhos";

 

*Além disso, sugiro a distribuição de um kit do Cheirinho de Salvador na hora da revista policial para dar uma aliviada no aroma;

 

*Outro incremento é a criação de uma avenida para o público LGBTABCDEFG. Só o beco das cores não é suficiente, visto que são eles que dominam toda a festa. Amei a glitterização da festa. Cada chupão era uma lágrima do Capitão Bolsonaro que escorria;

 

*Para começar, preciso admitir que qualquer resultado que não seja a música "Abaixa que é Tiro" não é válido. O povo pode até colocar atestado nos trabalhos por qualquer dor de cabeça, mas o que vi na avenida foi todo mundo indo até o chão com a coreografia dessa música. Era o verdadeiro significado de efeito manada;

 

*Obviamente que, se Tony Salles for esperto, nunca mais pula o cercado de casa. Boa parte desse sucesso deve-se ao vídeo das Scheillinhas, relembrando a época de abuso do É o Tchan;

 

*Por isso, um recado à Band Folia: Não dá para eleger música do Carnaval levando em consideração fã-base de artista. Nesse sentido, era capaz de Luan Santana ganhar troféu de melhor puxador de trio;

 

*Ju Moraes demonstrou segurança ao lado de Paty no Band Folia, tenho que confessar. Ela tem um ar de superior, mas deu certo por lá. Pena que a audiência não saiu da casa do 1 ponto;

 

*Minha curiosidade nesse momento era participar de uma reunião da Salvador Produções para ver a cara do Gigante pela vitória de Tony. Se dizem amigos, então um sempre torce para o outro, né?? Perder para o irmão - quando achava que a vitória era certa - não deve ter sido doloroso. #Broderagem;

 

*Antes dos trios, tinha entendido que o tema do Carnaval de Ivete seria "Ivete no Carnaval", mas o que vi na avenida foi uma homenagem a Amanda Santiago com um misto de Sarajane. Que figurinos foram esses?;

*Já que toquei no nome de Sara, queria dizer que até entendo a situação delicada que sua ONG passa, mas não venha querer descontar sua raiva no BN. Quem divulgou um show que não existia foi a Bahiatursa. Resolva suas pendências com o Diogo Bola Medrado;

 

*Por outro lado, soube que Amandinha, ao invés de celebrar a oportunidade de puxar mais trio na avenida, ficou chorando que nem criança na frente do Expresso 2222 após um problema no som. E olhe que a Bahiatursa pagou R$ 90 mil por isso. Eita choro caro;

 

*Inclusive, uma dica para o pessoal do Expresso, caso o camarote ainda aconteça ano que vem: refrigeração potente em espaço fechado é uma boa medida. Não aguento mais receber reclamações do calor que estava por lá;

 

*Acho que o calor foi providencial para ajudar nos encontros humanos. Até estagiária de veículo de comunicação aproveitou seu dia de folga para trocar fluídos com o ator global que também é adepto a portas dos fundos;

 

*Depois fiquei pensando se o calor não seria uma homenagem climática ao tema deste ano: a Jamaica. Por outro lado, o Camarote Salvador foi tão frio, que até as pessoas foram tratadas com indiferença. Nesse caso aí, falta o calor humano, além de doses de civilidade;

 

*Por falar em camarotes, soube que teve irritação de proprietário de um deles porque o espaço não vendeu nada e só tinha os "permuteiros do Mídias" e outros dois espaços que ficavam sem internet toda vez que um trio passava. A rede não aguentava de emoção;

 

*Outra fofoca que me passaram é que teve um jornalista de veículo grande de fora da Bahia que aproveitou sua credencial nos camarotes para enfiar o pé na jaca e comer água. Cada um com sua prioridade;

 

*Teve também um que estava vendendo a camisa da imprensa na porta do camarote. A cerveja por lá descia redondo no malte;

 

 *Já entre o prêmio de entrevistados mais desnecessários nos camarotes vai para Hugo Gloss e Agatha Moreira. Se não quer falar, não aceite o cachê para dar pinta nos eventos;

 

*Na cena local, uma jornalista da Ascom da prefeitura fez o mesmo, porém no trio da Mulher Farofa. Pelo que me passaram, até rolê especial com segurança rolou;

 

*Ainda nessa lógica, um desses aí estava tão animado que um acompanhante de uma grande artista da música aproveitou o seu ofício e colocou todo o pó do espaço para dentro das narinas. O negócio foi tão sério que quase a polícia teve que interditar tudo;

 

*Fiquei surpresa que a Mulher Farofa saiu muito vestida nesse Carnaval. Tá tudo bem por aí, meu girassol?;

 

*Por falar nela, vou perguntar ao Isaac Edington, o Vovô Smurf, o que achou da homenagem da Mulher Farofa. Ao passar por ele, gritou: 'Um abraço para Isaac Newton'. Será que a cantora agora está envolvida com espiritismo?;

 

*O Substituto do Tuca Fernandes achou que não teria problema colocar um peruca com tranças para divulgar sua música. Apropriação cultural para ele é fichinha, basta lembrar que declarou apoio ao 17 nas eleições;

 

*O vocalista do La Morte bem que tentou capitalizar a visita de Bruna Marquezine a Salvador no Carnaval, mas não conseguiu nem um aceno;

 

 *No entanto, conseguiu atenção de Neymar, ex da global. Com o jogador no camarote, Bruno Magnata cantou “Tchau Para quem Namora” e “O Que Acontece no Rolê Fica no Rolê”, músicas bem apropriadas para o momento do craque do PSG;

 

*Inclusive, o pessoal todo criticando Márcio Victor por não ter dado os créditos à rebuscada composição da música da Bruna Marquezine. Realmente, La Morte fala o nome do autor de todas as músicas que canta durante o trio, né?;

 

*Agora é fato que a menina Marquezine só queria se divertir. Dançou até o chão, sempre acompanhada de uma cachaça e dois seguranças. Falar com a imprensa mesmo ela não quis, pois sempre "estava muito ocupada";

 

*Já Neymar pareceu apenas querer seguir o rastro da ex. Ele está tão focado na recuperação que rodou o país, dançando todas as músicas do Carnaval, e sempre parava onde Marquezine estava;

 

*Nessa história toda, quem fez a festa mesmo foi Anitta. Colocou cordas em um bloco que deveria ser sem corda, brigou com Marquezine, mesmo ela tendo estado em seu trio em Salvador, pegou Neymar e mais 20 bocas, ainda teve as músicas mais tocadas no Carnaval pelo Brasil;

 

*A polícia não perdoou ninguém nessa festa. Até o Homem-Aranha foi atacado;

*Todo ano fico querendo saber que pílula é essa que Tio Bell usa para aguentar puxar trio todos os dias no Carnaval;

 

*A propósito, achei engraçado ele defendendo a revitalização do centro, mas saindo todos os dias da folia na Barra;

 

*Durval não conseguiu nem cantar seu refrão "O Asa arreia, arreia arreia arreia arreia". Já sua xerox preto e branco, André Lellis, saiu brincando por nós e ninguém viu;

 

*Fiquei com pena do Denny... a coisa já não anda boa e ainda perde os cachês;

 

*As más linguas estão dizendo que foi uma estratégia para disfarçar a não vendagem de abadás;

 

*Os meninos dos 7635, o 220 voltz e a Garota Ponta de Estoque desfilaram esse ano? Não vi nada sobre;

 

*Falar de alguns integrantes das Muquiranas já é redundante, mas esse ano a intenção pareceu que era destruir a Barra. Além da "desaprovação" do público feminino, agora a agremiação está sendo repudiada pelos idosos, jovens e adultos. Parabéns;

 

*Tentei buscar revelações desse ano e não achei. O máximo que vi foram alguns veículos forçando a barra com um tal de Hiran e Majur, que ainda nem são de nicho, que dirá do mainstream;

 

*Ahh talvez o mais perto de revelação tenha ido para o Lambasaia. Porém, até hoje não entendo o que toca, nem o motivo desse auê;

 

*Uma coisa é certa: O Cacique Brown fez falta este ano. Só grito em cima do trio, pois olha como ficou meu ouvido:

*Na passagem do Pássaro Deputado pela Barra, depois de tanta pancadaria, onde a polícia resolveu não intervir, Alex, compadecido, o chamou para o seu "leito" de transmissão. Adorei essa fraternidade;

 

Saiba quem são as personalidades citadas aqui:

 

Correira                          Rui Costa

Soberano                      ACM Neto

Mulher Farofa               Alinne Rosa 

220 volts                        Tomate

Ponta de Estoque         Mari Antunes

Meninos dos 7635         Rafa e Pipo Marques

 

* Mandem sugestões de curtas para o Sabe o que eu acho? Ou me procurem no Facebook: Natália Comte. Para os desesperados, tem a opção de falar comigo pelo e-mail nataliacomte@bahianoticias.com.br

Histórico de Conteúdo