Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Ô Bahia: O que muda com o novo sistema de aviso de portão no aeroporto de Salvador?
Foto: Will Recarey

Ô Bahia, Bahia que não me sai do pensamento... Eu sei que Ary Barroso falava de uma morena misteriosa quando escreveu “Na Baixa do Sapateiro”. Mas a verdade é que essa canção é quase um hino pra quem morre de saudades da Bahia – mesmo que esteja morando em solo baiano.

 

Com dezenas de atrativos turísticos para todos os gostos, esse estado incrível sempre garante momentos inesquecíveis. E é sobre isso que a coluna "Ô Bahia" vai falar a partir de agora: dicas de destinos, curiosidades, novidades... Um pouquinho de tudo que tem a ver com o turismo pros lados de cá. E, para começar, decidimos trazer uma explicação um pouco maior da novidade anunciada pelo Salvador Bahia Airport este mês: o sistema Call to Gate.

O sistema já é usado em grandes aeroportos internacionais, como o de Calgary, no Canadá, e o Heathrow, de Londres, no Reino Unido. A partir de agora, os portões de embarque dos voos passam a ser informados apenas com antecedência de 60 minutos (voos domésticos) ou 120 minutos (voos internacionais). Ou seja: se você é do tipo que assim que chegava ao aeroporto já ia buscar qual era o seu portão, provavelmente essa mudança vai te afetar mais.

 

Na prática, a lógica do sistema Call to Gate é evitar que um monte de gente se amontoe na frente do mesmo portão de embarque com muita antecedência. Antes, como o tempo era variável, ficavam várias pessoas em pé (principalmente quando havia a obrigação de distanciamento entre os passageiros), e você ainda corria o risco de, perto do horário do embarque, ter que sair correndo pra outro lugar.

 

Para se adaptar à novidade, a Vinci Airports também teve que fazer outros ajustes. Foram instalados monitores maiores, por exemplo, com informação do voo tanto na sala de embarque quanto no check-in. E além das áreas dos portões, dentro da área de embarque estão instaladas diversas longarinas (ou aqueles conjuntos de cadeiras) para que as pessoas possam aguardar.  Além disso, alguns cafés e restaurantes já ofereciam espaços pros passageiros sentarem enquanto aguardam o voo.

Cafés já eram opção de quem esperava pelo voo | Foto: Will Recarey

Questionada por essa coluna, a Vinci admitiu que alguns passageiros estranharam a mudança, mas lembrou que outras alterações na rotina dos passageiros, como a mudança da área de embarque, também geraram essa reação e hoje já são vistas com naturalidade.

Mudança na área de embarque também causou estranhamento, mas já entrou na rotina de passageiros | Foto: Will Recarey

E se você não gosta de passar muito tempo sentado, em breve vai ter mais alternativas dentro da área de embarque. As lojas Duty Paid (voltada para passageiros domésticos) e Duty Free (voltadas para passageiros internacionais) ficaram temporariamente fechadas porque o antigo operador encerrou as atividades no Brasil. Mas um novo contrato já foi assinado e, em breve, elas estarão disponíveis mais uma vez.

 

E você? Já passou pelo aeroporto de Salvador depois da mudança? Você pode contar sua experiência no nosso perfil no Instagram, o @bnhall_

Histórico de Conteúdo