Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Com disputas internas, Félix convoca Comissão Provisória para reunir parlamentares do PDT
Foto: Reprodução / PDT

As movimentações no PDT devem ganhar um novo capítulo na próxima quinta-feira (17). O presidente estadual da legenda, deputado federal Félix Mendonça, irá convocar uma Comissão Provisória para debater com parlamentares questões de posicionamento do partido. O partido vem sofrendo com rachaduras internas após a saída da base de apoio ao governo Rui Costa (PT) (reveja aqui). 

 

Ao todo serão convocados os deputados estaduais, Samuel Júnior, Euclides Fernandes e Roberto Carlos - e o deputado federal Alex Santana, foco de desavenças por conta da indicação de manutenção na base do governo (veja mais). Além deles, a vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos, atual vice-presidente estadual da legenda, e Marcelo Chaves, secretário do partido, foram convocados para a reunião. 

 

O impasse fica por conta da permanência de alguns deputados na base governista. A permanência se daria por conta de indicações no governo, e, os parlamentares, não estariam dispostos em abrir mão dos cargos. A reunião deve indicar os rumos partidários dos deputados presentes, desta vez, feita de forma remota para possibilitar a presença de todos os convocados.

 

Dentre as indicações do PDT ainda vigentes no governo estão a presidência da Junta Comercial da Bahia (Juceb), com Andrea Mendonça, irmã do presidente estadual da legenda, além do genro do deputado Roberto Carlos, Thales Dourado, diretor do Ibametro; do filho do deputado estadual Euclides Fernandes, Yann Fernandes, diretor de Desenvolvimento Empresarial do Ibametro; e da esposa do deputado Samuel Junior, Ariene Couto, diretora de Política e Economia Agrícola da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri).

 

A semente para a saída do deputado estadual Samuel Júnior e do deputado federal Alex Santana pode ter sido regada durante a participação em audiências com os ministros João Roma, da Cidadania, e Milton Ribeiro, da Educação (relembre aqui). Ao Bahia Notícias, Samuel não descartou a possibilidade de ingressar no Republicanos, legenda de Roma. 

Histórico de Conteúdo