Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sábado, 01 de Maio de 2021 - 08:00

Polícia analisa imagens de segurança do Atakarejo em investigação de mortes

por Lula Bonfim

Polícia analisa imagens de segurança do Atakarejo em investigação de mortes
Foto: Reprodução / Correio

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil está analisando imagens das câmeras de segurança do supermercado Atakarejo, em Amaralina, na investigação da morte dos jovens Bruno Barros da Silva, de 29 anos de idade, e Ian Barros da Silva, de 19, na última segunda-feira (26). Ambos teriam sido assassinados por traficantes, após serem flagrados furtando alimentos no estabelecimento comercial (relembre aqui).

 

Os investigadores também ouviram funcionários do estabelecimento e familiares das vítimas de homicídio, além de outras testemunhas do crime. Segundo a Polícia Civil, as investigações estão avançadas e já há indícios de quem são os autores dos assassinatos. Entretanto, ninguém foi preso até o momento.

 

Equipes do DHPP estão realizando diligências para a coleta de mais elementos que embasem a elucidação do crime e a prisão dos autores.

 

Durante a semana, o caso motivou protestos de deputados estaduais e vereadores de Salvador, que contestaram qual seria a relação da rede de supermercados Atakarejo com o tráfico de drogas na cidade (saiba mais aqui). Lideranças do movimento negro e moradores da região também se manifestaram contra o crime (veja aqui).

Histórico de Conteúdo