Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Retrospectiva: Matéria sobre morte de Jorge Portugal foi mais acessada do BN em agosto
Foto: Bahia Notícias

Ganhou destaque em agosto a morte do educador e ex-secretário de Cultura da Bahia, Jorge Portugal, que faleceu em decorrência de falência cardíaca aguda. A morte foi confirmada pelo Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), onde o ex-titular da Secult estava internado na unidade de terapia intensiva (UTI) cardiovascular da instituição (relembre aqui). Ao todo, 110.281 pessoas leram a reportagem.

 

A segunda matéria mais lida naquele mês foi a que noticiou tremores de terra em cidades do Recôncavo baiano, Baixo Sul e Vale do Jiquiriçá. O fenômeno foi percebido em Amargosa, Conceição do Almeida, Santo Antônio de Jesus, Varzedo, Muritiba, São Miguel das Matas, Laje, Nazaré, Cruz das Almas, São Felipe, Jaguaquara, Valença, Presidente Tancredo Neves, Gandu e Itatim (relembre aqui). Foram 89.850 leitores somente nesta reportagem.

 

Também chamou atenção dos baianos o boato de separação da cantora Ivete Sangalo e o nutricionista Daniel Cady. Ambos deixaram de usar de alianças e levantam suspeitas de divórcio. Em vídeos, os dois - que estão juntos desde 2008 - foram vistos sem o objeto na mão esquerda, fato incomum já que antes ambos exibiam a peça (relembre aqui). Foram 75.924 leitores.

 

A quarta nota mais lida foi um embate entre os cantores Léo Santana e Gusttavo Lima. O sertanejo não atendeu o pedido do artista baiano e manteve a live musical Buteco Sunset no mesmo dia e quase no mesmo horário que a do pagodeiro. Enquanto Leo começou com sua apresentação às 13h, o “Embaixador” entrou em campo às 14h (relembre aqui). Ao todo, 67.014 leram a reportagem.

 

Por fim, a quinta matéria mais lida de agosto foi da coluna Cultura. A cantora e compositora Bebel Gilberto comentou detalhes inéditos do processo de interdição do pai, João Gilberto, e revelou que Paula Lavigne e Caetano Veloso ajudaram o músico no momento de crise que precedeu sua morte (relembre aqui). Foram 59.337 leituras na matéria.

Histórico de Conteúdo