Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Governo avança para conceder Palácio Rio Branco e construir novo centro de convenções
Foto: Adriano Cardoso/ Ag Haack/ Bahia Notícias

O secretário de Turismo da Bahia, Fausto Franco, afirmou que o governo estadual espera retomar em pelo menos um mês e meio as negociações sobre dois projetos para o setor: a construção de um novo Centro de Convenções estadual e a concessão do Palácio Rio Branco para a iniciativa privada.

 

De acordo com o titular da Setur, com os indicativos de retomada gradual da economia, afetada pela pandemia da Covid-19, o governo pretende avançar nas tratativas com o consórcio espanhol que manifestou interesse em apresentar projeto para construção do Centro de Convenções Estadual, no prédio do antigo Instituto do Cacau, bairro do Comércio, em Salvador. 

 

“Foram liberados os estudos para apresentação, mas foi justamente quando a pandemia começou. O grupo que ganhou a possibilidade de fazer a proposta pediu, em virtude da pandemia, um prazo maior, que vence agora em outubro. Agora, voltando a perspectiva de normalidade, vamos reativar o assunto a partir de outubro”, explicou Fausto em entrevista ao Bahia Notícias na manhã desta quinta-feira (24). 

 

O consórcio interessado em construir o equipamento é formado pelas empresas OHL Desarrollos (OHLD) e Fira de Barcelona Internacional, responsáveis pela administração do Centro de Convenções de Barcelona, na Espanha.

 

A construção de um novo Centro de Convenções estadual é promessa do governador antes mesmo de assumir o mandato em 2015. Em 19 de dezembro de 2014, em entrevista coletiva para anunciar os secretários que iriam compor a gestão, o recém-eleito gestor disse que o antigo equipamento "já deu o que tinha que dar" e que a Bahia não poderia "ficar para trás".

 

Menos de dois anos depois, em setembro de 2016, a estrutura criticada pelo governador desabava parcialmente (relembre). De 2014 até aqui, no entanto, a proposta nunca saiu do papel. Neste período, a prefeitura de Salvador anunciou, construiu e inaugurou um Centro de Convenções próprio, na Boca do Rio. A área antiga será leiloada pelo governo estadual (veja mais aqui).

 

PALÁCIO RIO BRANCO
O secretário também falou sobre a concessão do Palácio Rio Branco, antiga e histórica sede do governo baiano, à iniciativa privada. Segundo Fausto, a Setur analisa proposta apresentada pelo grupo português Vila Galé para a área, que prevê a construção de um hotel (leia aqui e aqui). A pasta também pretende abrir, no próximo mês, concurso para que empresas manifestem interesse em executar o projeto.

 

“Os estudos foram recebidos e agora estão dentro do prazo interno contado pelo governo para análise de aprovação ou não do projeto. Devemos publicar em breve um concurso, num prazo de 45 dias, onde qualquer grupo pode participar [para executar o projeto], depois de o projeto ser aprovado pelo estado”, afirmou Fausto.

Histórico de Conteúdo