Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

AL-BA testará funcionários para a Covi-19 antes do retorno; data ainda não foi definida
Foto: Reprodução

Os primeiros funcionários a retornarem às atividades presenciais na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) serão submetidos ao teste da Covid-19, doença resultante da infecção pelo novo coronavírus. Mesmo sem uma definição da data de retorno, a Casa legislativa contratou, por dispensa de licitação, o Laboratório Jaime Félix Cerqueira para a realização de exames do tipo RT-PCR, que detecta a presença do vírus, assim como o da metodologia Elisa, um tipo sorológico, capaz de detectar a presença e dosar anticorpos. A informação foi divulgada no Diário Oficial desta terça-feira (28). 


De acordo com a assessoria de comunicação da AL-BA, “a medida atende aos protocolos definidos pela Secretaria de Saúde do Estado”. De acordo com a publicação, a prestação de serviço prevê a realização de “até 400 (quatrocentos) exames  de teste laboratorial pela metodologia Elisa, quantitativo com dosagem IGG e IGM (sérico) – com titulagem separadas e de até 200 (duzentos) exames de teste laboratorial pelo método RT-PCR para detecção  de SARS COVID (Swab Nasal), a ser utilizado  pelos servidores da Assembleia Legislativa da Bahia”. 


A Assembleia pagará R$ 200 (duzentos) por cada teste com dosagem de anticorpos e R$220 (duzentos e vinte) por unidade do tipo RT-PCR. 


A Casa avalia a retomada gradual dos trabalhos, que adotaria inicialmente um plenário misto, semipresencial. Conforme sessão realizada em 16 de julho, a proposta passaria por avaliação do corpo técnico científico que auxilia as decisões relacionadas aos protocolos de prevenção da Covid-19 (reveja aqui). 


“Vou solicitar à equipe técnica da Casa que proceda estudo para apresentarmos quais seriam as nossas sugestões de datas e no dia com ambiente seguro e mais tranquilidade fazer começar a trabalhar a Assembleia de forma mista. Uma parte em isolamento social e o restante em plenário. Só abriremos em totalidade quando tivermos todas as condições e não incorrer risco para deputados e servidores”, o presidente NelsonLeal, durante a sessão.  

 
Nesta quarta-feira (29), em contato com o Bahia Notícias, a assessoria afirmou que ainda não foi fixada data para o retorno. 

Histórico de Conteúdo