Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Prisco não necessita de prisão domiciliar, afirmam médicos do STF
Foto: Divulgação
Dois médicos do Supremo Tribunal Federal (STF) avaliaram que o vereador de Salvador Marco Prisco (PSDB) não necessita de tratamento hospitalar ou domiciliar, em parecer entregue ao ministro Ricardo Lewandowski na noite desta quarta-feira (15). O documento é uma resposta ao pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que solicitou à equipe médica do STF a avaliação sobre o estado de saúde do tucano, internado no Hospital Regional da Asa Norte, em Brasília, após suspeita de infarto posteriormente descartada. "Após avaliação da história clínica, exame físico, exames complementares e pareceres especializadosque se encontram apensos ao prontuário, concluímos que o paciente em epígafe não apresenta, no momento, evidência de cardiopatia que exija tratamentos hospitalar ou domiciliar", afirmou a dupla de cardiologistas. Antes da internação, Prisco estava no Complexo da Papuda para cumprir mais 90 dias de prisão preventiva por crimes contra a segurança nacional. Informações do G1.

Histórico de Conteúdo