Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Faz o pix: James Blunt dança Coração Cachorro, mas diz que vai enviar dados bancários
Foto: Reprodução / Facebook / TikTok

O Coração Cachorro de Áviny Vinny e Matheus Fernandes latiu nos ouvidos de James Blunt, compositor do sucesso Same Mistake, que tem o trecho sampleado no hit de 2021, e a reação do britânico acabou viralizando nas redes sociais.

 

Em um vídeo bem humorado, o artista tocou um trecho da música viral, fez a coreografia dançada por milhares de pessoas no TikTok e parabenizou a dupla pelo sucesso, mas deu aquela alfinetada:

 

“Parabéns pelo nº 1, pessoal! Enviarei meus dados bancários em breve”, escreveu sem deixar claro que a cobrança era uma brincadeira ou se tinha um fundo de verdade.

 

 

@jamesblunt

Congratulations on the No.1, guys! Will send my bank details shortly… ##coracaocachorro ##latecoracao ##fyp ##fy

? Coração Cachorro - Avine Vinny & Matheus Fernandes

 

A canção, que ocupa o nº 1 das músicas mais ouvidas do Spotify, traz um trecho de Same Mistake, hit de 2007 de James Blunt, que ficou ainda mais conhecida no Brasil por ser trilha sonora da novela Duas Caras e ganhar uma versão de Calcinha Preta.

 

Quatorze anos depois, Ávine Vinny lança a música de duas estrofes composta por Daniel dos Versos, Fellipe Panda, PG do Carmo, Riquinho da Rima, Breno Lucena e Felipe Love, que carrega o famoso uivo dado por Blunt pouco antes do refrão de Same Mistake.

 

 

 

Ao G1, os autores admitiram que o uivo, e não latido, foi inspirado na música de James Blunt, mas não é um plágio, apenas citação.

 

Em recente entrevista ao Bahia Notícias, o professor de Direito Civil, Direito Autoral e Propriedade Industrial da Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Rodrigo Moraes, falou sobre a temática plágio x sample (leia a matéria completa).

 

Segundo o advogado, o tema é polêmico na área da música e do direito e por não haver uma lei específica para a prática comum, em que artistas se utilizam do direito de citação para samplear.

 

Mais comum ainda é se valer da falácia de que se não passar dos seis segundos, o artista pode samplear à vontade, um mito na música que fez o rapper Vanilla Ice ser processado pela banda Queen e por David Bowie, por ter sampleado 3 segundos de 'Under Pressure' na música 'Ice Ice Baby'.

 

James Blunt não é creditado por Ávine Vinny e Matheus Fernandes na música Coração Cachorro. O intérprete da faixa garantiu ao G1 que foi feito um acordo com a equipe de Blunt para o trecho ser utilizado em sua música, no entanto, o G1 não confirmou.

 

Em outras faixas que utilizaram samples não autorizados de canções internacionais, os trechos foram removidos como "Tapão na Raba", de Raí Saia Rodada que tinha o sample da música "Roses" de Saint JHN e "Vou Tirar Você do Cabaré" de Israell Muniz e Wesley Safadão que tinha um trecho de "Habits (Stay High)" de Tove Lo.

Histórico de Conteúdo