Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

'Espero que nunca mais se dirijam a mim', desabafa Evaristo Costa após demissão da CNN
Foto: Reprodução / Instagram

A saída de Evaristo Costa da CNN Brasil não pegou apenas os telespectadores de surpresa. 

 

O ex-global revelou nas redes sociais que descobriu seu desligamento da empresa ao assistir um comercial da emissora e perceber que sua atração não estava mais na programação.

 

No desabafo, o jornalista de 44 anos se mostrou frustrado com a antiga casa e informou que não foi procurado por eles para um pedido de desculpas.

 

"Não se retrataram e estão tentando justificativa para dizer que desvirtuei minha demissão. E, sinceramente, espero que nunca mais se dirijam a mim", disse no Instagram.

 

Em entrevista ao site 'Notícias da TV', Evaristo contou que a CNN ainda tentou negociar o anúncio de sua saída para fazer parecer que foi um acordo entre as partes.

 

"Durante as tentativas de negociação, eles insistiram várias vezes para que eu anunciasse de forma conjunta à imprensa que foi um distrato de comum acordo e, claro, não aceitei a mentira. Chegaram até a me enviar o texto que queriam divulgar. (...) aceitaram todas as minhas exigências com carpete vermelho. Na hora de me dispensar, me chutaram pela porta dos fundos, sem qualquer consideração".

Histórico de Conteúdo