Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

DJ Ivis é demitido de produtora após espancar esposa e cresce em seguidores na web
Foto: Reprodução / Instagram

Responsável pelos maiores hits das paradas nacionais nos últimos meses, como 'Não Pode se Apaixonar' com Xand Avião, 'Esquema Preferido' com Tarcísio Acordeon, 'Galega' com Zé Felipe, e 'Volta Bebê, Volta Neném' com DJ Guuga, o paraibano DJ Ivis, de 29 anos, se envolveu em uma grande polêmica após a esposa divulgar as agressões sofridas por ela durante o relacionamento com o artista.

 

Os vídeos compartilhados por Pamela Gomes de Holanda, agora ex-companheira do DJ, mostram Iverson de Souza Araújo dando socos, pontapés, tapas e chutes na companheira que ainda carregava a filha do casal, Mel, de 9 meses. As agressões aconteceram no início de julho.

 

Nas gravações, que ganharam repercussão após a divulgação do colunista Leo Dias, do site Metrópoles, um amigo de Ivis observa toda agressão praticada pelo DJ e não separa o artista da esposa nem interfere para ajudar Pamela. 

 

 

 

O artista, que foi levado à delegacia, mas não foi detido, teve o desligamento da produtora Vybbe comunicado por Xand Avião no final da noite do domingo (11) após a repercussão do caso.

 

Dono da empresa, o forrozeiro afirmou não admitir nenhum tipo de agressão vindo de seus agenciados e garantiu estar prestando apoio à Pamela.

 

"É uma coisa muito séria. Não admito nem compactuo com nenhum tipo de violência, ainda mais contra uma mulher. Nada explica. Quero dizer que já designei minha equipe para falar com a Pamela, para ajudar no que ela precisar. Estou muito triste pois todo mundo sabe da minha ligação com o DJ, mas nada justifica violência, ainda mais contra uma mulher. Como todo mundo sabe o DJ faz parte da Vybbe, mas infelizmente não tem como ele continuar na nossa empresa".

 

 

 

O artista tentou justificar suas agressões em seu perfil no Instagram e afirmou que era vítima de uma chantagem por parte da ex-companheira.

 

Ivis, que cresceu em seguidores nas redes sociais após a denúncia de agressão, compartilhou um boletim de ocorrência feito por ele em março deste ano após agressões da esposa. Segundo ele, a situação ocorreu após uma discussão com Pamela.

 

"Não estou aqui para justificar nada. Estou aqui para mostrar que não aguento mais isso. Muitas pessoas vão me julgar, mas eu não suportava mais isso, eu recebi chantagens, ameaça de morte com a minha filha. Ninguém sabe o que é isso que eu passei".

 

Foto: Reprodução / Instagram

 

O B.O. de Pamela foi registrado no dia 3 de julho. A jovem conseguiu uma medida protetiva contra o ex-marido, concedida pelo Tribunal de Justiça do Ceará.

 

Além do pronunciamento de Xand, o artista Zé Vaqueiro, que teve o primeiro álbum produzido e composto por Ivis, também se manifestou sobre o assunto.

 

"O que aconteceu não tem justificativa. Fui pego de surpresa com cenas que vi na internet. Quero deixar bem claro que sou contra qualquer tipo de violência, principalmente contra mulheres", afirmou.

 

A cantora Solange Almeida divulgou em seu perfil nas redes sociais um vídeo incentivando as mulheres a denunciarem casos de agressão.

 

"Você não está sozinha. Em briga de marido e mulher se mete a colher sim. A qualquer sinal denuncie, ligue 180", pediu a baiana.

 

 

Histórico de Conteúdo