Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Yasmin Brunet acusa COB de descaso após ser vetada de viajar com Medina para Olimpíadas
Foto: Reprodução / Instagram

Gabriel Medina irá para Tóquio competir nas Olimpíadas sem a companhia da esposa, Yasmin Brunet. Mesmo após os protestos do surfista e da modelo, o Comitê Olímpico Brasileiro não liberou a ida de Yasmin como uma das integrantes da equipe do atleta.

 

No Instagram a modelo protestou contra a situação e repetiu a justificativa do amado sobre a sua ida, afirmando que era o direito do atleta.

 

"Em nenhum momento ele pediu tratamento diferenciado, muito pelo contrário. [...] Os surfistas têm direito de levar uma pessoa para as Olimpíadas. Antigamente eles podiam levar duas, mas agora, por causa da pandemia — claro, super compreensível, super correto — só se pode levar uma pessoa. Só que eles podem escolher essa pessoa. Inclusive tem uma pessoa levando marido e tem uma pessoa levando um amigo", diz Yasmin.

 

O veto a Brunet acontece devido à diminuição no número de pessoas da equipe por conta dos protocolos de segurança contra a Covid-19.

 

"Ele tá no melhor momento da carreira dele. Isso é nítido, todo mundo sabe. Ele tá indo representar o Brasil, e eu não entendo como ele pedindo a ajuda do próprio Comitê Olímpico Brasileiro para que ele tenha os mesmos direitos dos outros surfistas e para que ele possa levar quem ele quiser... Por que eles estão fazendo esse tipo de descaso?".

 

Sem a companhia da esposa, Medina terá ao seu lado na viagem para os Jogos Olímpicos o técnico Andy King, que já está com a credencial.

Histórico de Conteúdo