Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

'É sobre Bolsonaro sim', diz Anitta após Ivete lamentar 500 mil mortes e não citar política
Foto: Reprodução / Instagram

O pronunciamento da cantora Anitta sobre as 500 mil mortes no Brasil em decorrência da Covid-19, acabou se tornando uma resposta ao posicionamento de Ivete Sangalo, que foi duramente criticada na web por excluir a política de sua indignação.


A baiana, que é conhecida por não se posicionar em assuntos polêmicos, recebeu novamente o título de isentona por afirmar na legenda de sua postagem que as mortes não eram sobre partidos e sim sobre humanidade.

 


Já Anitta se posicionou sobre o assunto e culpou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pela situação, o que acabou sendo levado pelos internautas como uma alfinetada em Ivete.

 

"500 mil mortes... é sobre FORA BOLSONARO sim! A favor da democracia, da economia, da saúde,  da educação, do senso COLETIVO", escreveu.

 

 

 

Claudia Leitte, que em maio se isentou de falar sobre os danos da pandemia, também foi criticada pelo posicionamento ameno.

 

 

"Cuidados diários. Máscaras. Vacina. Sigamos fazendo o ordinário. Deus há de fazer o extraordinário. E que ELE console o coração dos familiares e amigos dos 500.000 que perderam suas vidas".

 

Na web, internautas não ficaram satisfeitos com a forma como as divas do Axé se pronunciaram. "Chupa, Ivete. Bando de isentão de merda que tem voz só pra agradecer pagamento", escreveu um internauta.


"Veveta, dizer que não é sobre partido para mais de 32 milhões de pessoas é complicado. é óbvio que é sobre partido também sim. e nós sabemos bem qual. até quando vamos silenciar? #FORABOLSONARO", escreveu uma seguidora.

Histórico de Conteúdo